07/09/2019 11h39

Família e amigos brigam contra o tempo para trazer para casa o corpo de Carolline Dias, 27 anos, morta com um tiro nas costas na madrugada de hoje em Santa Maria

Gisele Berto

A mulher trans Carolline Dias, de 27 anos, foi assassinada em Santa Maria, no Rio Grande do Sul na madrugada deste sábado.

Segundo informações do site Diário SM, o crime teria acontecido por volta de 5h30 da manhã, próximo da esquina das avenidas Presidente Vargas e Borges de Medeiros.

De acordo com informações preliminares, a vítima foi alvejada com um disparo que a atingiu nas costas. Ela foi socorrida por populares e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado. Ela foi levada ao Hospital Universitário de Santa Maria (Husm), mas não resistiu e morreu.

Segundo testemunhas, um indivíduo que passava pelo local atirou e fugiu a pé em direção à Avenida Medianeira.

Carolline, que tinha o nome de registro de Lucas Vinícius Alexandre da Silva, era natural de Três Lagoas, onde mora sua família. Agora, a briga é contra o tempo para trazer seu corpo de volta para casa.

Nas redes sociais, um apelo: a família precisa de R$ 8 mil apenas para o translado do corpo. “Com muita dor em meu coração venho pedir a ajuda de vocês para que possamos dar um enterro digno a nossa amiga”, diz o post, que continua: “Quem puder ajudar só mandar na conta da dona Luciene Dos Santos Dias que é Mãe da Carolline Dias. “Imaginamos o quanto seria ruim sermos enterradas longe de casa”.

Quem puder ajudar, o contato de Dona Luciene, mãe de Carolline, é 67 98134-7805.

Carolline foi assassinada na madrugada de hoje em Santa Maria, RS. Foto: Reprodução Facebook

Conta da mãe de Carolline, para quem puder ajudar

Comentários