03/10/2017 11h15

Homem trabalhava como motorista; esposa quem o encontrou morto no banheiro

Lucas Gustavo

Em Três Lagoas, um motorista de 57 anos se matou com um tiro na cabeça, no banheiro de casa, no início da noite de ontem (3). Ele morava com a esposa no bairro Jardim Alvorada. Foi ela quem ouviu o disparo e encontrou o marido morto. Ele também estava pendurado pelo pescoço por uma corda. Conforme a polícia, o homem teria cometido suicídio após ser mandado embora do trabalho por justa causa.

De acordo com o boletim de ocorrência, o motorista era funcionário de uma transportadora da cidade e a demissão aconteceu dois meses atrás. Durante o teste de bafômetro aplicado pela empresa foi constatado que o homem teria ingerido bebida alcoólica. Por conta disso, ocorreu o desligamento dele.

A esposa do motorista disse à polícia que, depois de ser mandado embora, ele passou a comentar com a família que se mataria. No último sábado (30), inclusive, segundo ela, o marido chegou em casa com o revólver calibre 38, apontou para a cabeça e ameaçou atirar. Na ocasião, a mulher conseguiu tomar a arma dele e a escondeu.

Ontem (3), a moradora percebeu que o revólver não estava no lugar em que tinha guardado e que o seu esposo havia saído. No instante em que ele chegou em casa, a mulher se encontrava na sala. O motorista se dirigiu direto ao banheiro e, minutos depois, a mulher escutou o tiro.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas a equipe observou que o homem não apresentava mais nenhum sinal de vida.

Policiais militares e civis também atenderam a ocorrência. O banheiro foi periciado e a arma apreendida. Uma funerária recolheu o corpo do motorista.

A Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) registrou o caso como suicídio.

Morte do homem foi constatada pelo Samu. (Foto: Arquivo/ Perfil News).

Comentários