10/09/2014 09h32 – Atualizado em 10/09/2014 09h32

Senai de MS obtém boa colocação na Olimpíada do Conhecimento

A delegação do Estado participou em 9 das 58 ocupações técnicas ligadas à indústria

Da Redação

A participação dos nove alunos dos Senai de Mato Grosso do Sul na etapa nacional da Olimpíada do Conhecimento rendeu boa colocação nas ocupações de tecnologia da moda, segurança do trabalho e instrumentação e controle de processos. Ao todo, a delegação do Estado participou de 9 das 58 ocupações técnicas ligadas à indústria e as melhores colocações foram paras os alunos Daniel da Silva Dias e Maik Bezerra Torres, ambos do Senai de Três Lagoas, e Jéssica Martinez Dias, do Senai de Campo Grande.

Segundo a coordenadora de educação profissional do Senai, Maíse Giacomeli, este ano o nível da competição foi elevado e, apesar do alto grau de dificuldades, os alunos conseguiram uma boa pontuação. “A aluna Jessica Martinez conseguiu 498 pontos em tecnologia da moda, ficando a dois de receber o diploma de excelência, oferecido a quem faz acima de 500 pontos, enquanto Daniel da Silva Dias obteve 491 pontos na ocupação instrumentação de processos e Maik Bezerra Torres alcançou 492 pontos”, detalhou.

A competidora do Senai de Campo Grande, Jéssica Martinez Dias, que participou da categoria tecnologia da moda, ficou satisfeita com a pontuação obtida. “Treinei de 10 a 12 horas diariamente, mas não foi possível conseguir pontuação melhor”, garantiu, completando que faz o curso de modelista, já é formada em design de moda e tem especialização em moda, mercado e comunicação.

Para Daniel Dias, do curso de automação industrial do Senai de Três Lagoas, a pontuação obtida foi excelente. “Minha expectativa era representar bem Mato Grosso do Sul e adquirir experiências e conhecimento na área. Acredito que consegui atingir o meu objetivo”, disse. Já Maik Torres, de segurança do trabalho do Senai de Três Lagoas, reforçou que se sua expectativa era deixar Mato Grosso do Sul em uma boa colocação. “Infelizmente não foi possível trazer ao menos uma medalha, mas conseguimos adquirir mais experiência na aplicabilidade de conceitos na área de segurança”, analisou.

Maíse Giacomeli ressaltou que a pontuação obtida pelos competidores do Estado foi bastante elevada, considerando o nível da competição. “Neste ano tivemos uma grande melhoria na quantidade de pontos e a diferença de pontos entre os candidatos foi muito pequena, elevando o nível da competição”, declarou, reforçando ainda que a equipe já inicia os trabalhos para a etapa estadual da próxima Olimpíada do Conhecimento do Senai.

Realizada de 3 a 6 de setembro, na Expominas, em Belo Horizonte (MG), a 8ª edição da etapa nacional da Olimpíada do Conhecimento do Senai reuniu os melhores profissionais do País em ocupações técnicas. Ao todo cerca de 800 jovens de até 21 anos de idade formados em cursos do Senai, do Senac e de Institutos Federais de Tecnologia participaram de provas que simularam desafios do dia a dia do mundo do trabalho.

CONFIRA OS PARTICIPANTES DE MS:

1 – Desenho mecânico em CAD – Gustavo Araújo Mota (Senai de Dourados)

2 – Tornearia CNC – Rodrigo Freitas da Paz (Senai de Três Lagoas)

3 – Tecnologia da Informação – Vinicius Paschualin Campos de Castro (Senai de Três Lagoas)

4 – Soldagem – Marcos Fioravanti (Senai de Dourados)

5 – Eletricidade Predial – Jonyvan Nunes Duarte (Senai de Corumbá)

6 – Tecnologia da Moda – Jessica Martinez Dias (Senai de Campo Grande)

7 – Mecânica de Automóveis – Nathalia Ortega Gurgel (Senai de Campo Grande)

8 – Segurança do Trabalho – Maik Bezerra Torres (Senai de Três Lagoas)

9 – Instrumentação e controle – Daniel da Silva Dias (Senai de Três Lagoas)

(*) Com informações de Assecom Fiems

As melhores colocações foram paras os alunos Daniel da Silva Dias e Maik Bezerra Torres, ambos do Senai de Três Lagoas, e Jéssica Martinez Dias, do Senai de Campo Grande (Foto: Divulgação/Assecom)

A competidora do Senai de Campo Grande, Jéssica Martinez Dias, que participou da categoria tecnologia da moda, ficou satisfeita com a pontuação obtida (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários