15/09/2017 16h37

Segundo a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, o montante é o mesmo registrado em todo o ano passado. Das tentativas, duas delas resultaram em morte.

Flávio Veras

Faltando pouco mais de três meses para o fim de 2017, Três Lagoas já registrou o mesmo número de tentativa de suicídio em relação a todo o ano passado. A informação foi obtida com exclusividade pelo Perfil News (junto a Assessoria de Imprensa da Prefeitura).

Ainda de acordo com o levantamento, este ano, duas pessoas morreram. Já em 2016, foram 6 mortes. Outro dado revelado é que, assim como no Brasil, a faixa etária mais atingida está entre jovens de 15 a 19 anos, sendo que a maioria, são mulheres.

Segundo a coordenadora do Centro de Assistência Psicossocial (Caps) 2, Patrícia Azambuja Viana Alvarenga, o órgão está apto a receber qualquer pessoa que necessite de acompanhamento. “Independentemente dos sintomas que o indivíduo esteja apresentando, o Caps pode recebe-lo e encaminha-lo a um especialista. Em caso de menores, basta estar com um responsável e portando os documentos de identificação e o cartão do Sistema único de Saúde. Assim, poderemos fazer o acolhimento e realizar os encaminhamentos necessários”, esclareceu.

SITUAÇÃO NO BRASIL

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que ocorram, no Brasil, 12 mil suicídios por ano. No mundo, são mais de 800 mil ocorrências; isto é, uma morte por suicídio a cada 40 segundos, conforme o primeiro relatório mundial sobre o tema, divulgado pela OMS em 2014.

ENTENDA O SETEMBRO AMARELO

As ações foram iniciadas pela Associação Internacional para Prevenção do Suicídio (Iasp) e trazidas ao Brasil pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), referência no atendimento – inclusive remoto – a pessoas em crise, e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). O Setembro Amarelo caminha junto com a campanha Janeiro Branco, que, em um mês em que as pessoas estão mais propensas a renovações, busca vivificar reflexões sobre saúde mental e valorização da vida.

Serviço: O Caps 2 fica localizado na rua Zuleide Perez Tabox, 950, no Centro.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que ocorram, no Brasil, 12 mil suicídios por ano. (Arquivo / Perfil News)

Comentários