11/12/2014 12h56 – Atualizado em 11/12/2014 12h56

Um ano da tragédia: Familiares relembram acidente na BR-267 envolvendo comerciantes do Shopping Popular de Três Lagoas

Missa em homenagem às vítimas da tragédia deve acontecer na próxima quarta-feira (17), em frente ao Shopping Popular

Guta Rufino

Na próxima quarta-feira (17) completa um ano da tragédia que chocou Três Lagoas. Um acidente na rodovia BR-267, em Nova Andradina, envolvendo uma van e uma carreta frigorífica deixou 11 mortos, sendo 10 três-lagoenses, a maioria comerciantes do Shopping Popular, que seguiam para o Paraguai, onde buscariam de mercadorias para atender a demanda do Natal.

FAMÍLIARES

Os Box do Shopping Popular, que antes eram administrados pelas vítimas do acidente, hoje são ocupados por familiares, que deram, continuidade aos negócios.

Mirna Sousa perdeu ser marido, Adilson Rodrigues de Souza, 41, o “Tétinha”, no trágico acidente. Ela revelou ao Perfil News, que não superou a perda. “Tudo mudou, tem sido horrível. Não está sendo fácil, tudo aqui me lembra ele”, desabafou.

Ela ainda comentou sobre o dia do acidente. “Eu não viajei com ele porque iria para São Paulo, era época de trazermos produtos para vender nesse período do Natal. De madrugada, quando me avisaram do acidente eu não acreditei, esperava que não fosse verdade. Aí começaram as ligações. Eu fiquei desesperada”, contou.

Outra esposa que também assumiu os negócios do marido foi Flávia Carine Matos Duarte Araujo. Ela era casada com Renato Macedo de Araujo, 29, o “Gordin”, outra vítima da tragédia. Segundo ela, esse ano que passou foi um ano de muita responsabilidade. “Eu tive que assumir tudo aqui. Antes fazíamos isso junto, e ele que tomava frente dos negócios. Depois do acidente eu tive que me virar sozinha”.

Flavia ainda revelou ao Perfil News, que depois do choque do acidente ela refletiu sobre algumas questões que chamaram a atenção dela. “Parecia que ele estava me preparando para assumir tudo: a loja, nossa casa. Antes nós só viajávamos juntos, depois ele sugeriu que eu fosse por duas viagens sozinha, para aprender. Além disso ele reformou nossa casa. Parece que ele estava pressentindo”.

MISSA

Em homenagem a essas vítimas, a presidente da associação do Shopping Popular, Sandra Oliveira, adiantou ao Perfil News, que uma missa será realizada em frente ao Shopping Popular na noite do dia 17. “É para relembrar nossos amigos, para mostrar que não os esquecemos. Esse ano que passou serviu para refletirmos sobre nossas vidas, afinal, passamos por um choque, uma tristeza muito grande”.

Sandra ainda comentou que o Shopping Popular nunca mais será o mesmo. “Depois do acidente nós ficamos mais receosos de viajar, além disso, nossos colegas fazem falta. Foi uma tragédia triste, que marcou nossas vidas para sempre”, concluiu.

Confira as fotos dos três-lagoenses vítimas da tragédia que aconteceu na BR-267, no dia 17 de dezembro do ano passado:

Flavia Carine era esposa de uma das vítimas, o Renato. Ela revelou ao Perfil News que parecia que o marido dela estava pressentindo que algo aconteceria (Foto: Patrícia Miranda/Perfil News)

Acidente na BR-267 entre uma van e uma carreta tirou a vida de 11 pessoas (Foto: Márcio Rogério de Souza/Nova News)

Sandra comenta que a missa é uma  forma de homenagear e relembrar das vítimas da tragédia que aconteceu no ano passado (Foto: Patrícia Miranda)

Comentários