20.6 C
Três Lagoas
quarta-feira, 20 de outubro, 2021
InícioNotíciasUnicoc prende envolvido com seqüestro de empresário

Unicoc prende envolvido com seqüestro de empresário

13/11/2006 10h44 – Atualizado em 13/11/2006 10h44

Campo Grande News

O Unicoc (Unidade de Combate ao Crime Organizado) prendeu Alessandro Sarmento Charnoski, 28 anos, envolvido no seqüestro de Néris de Jesus Lopes Dutra e Luiz Carlos, conhecido como Neguinho 17 de maio 2002. Segundo o delegado André Pacheco, da Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado), Charnoski foi preso em ações efetuadas na fronteira para coibir crimes contra instituições. Ele foi preso em Amambai, sendo entregue à Polícia Civil daquela cidade, onde ocorreu o seqüestro. O delegado explica que o caso já foi julgado e os envolvidos, entre eles comerciantes e policiais militares e civis. Um dos seqüestrados, Néris de Jesus, continua desaparecido. “Ainda não sabemos como o caso vai ficar, porque os envolvidos já apelaram”, explicou. Já foram julgados por envolvimento no caso os policiais militares Edílson de Melo Torezan, e Juberfélis Ferreira Lima e o policial civil Olívio Andrade Bittencourt. Todos foram condenados a 16 anos e 4 meses de prisão. Outro envolvido, o comerciante Valdir Charnoski, pai de Alessandro, foi condenado a 15 anos e 2 meses. Foram indiciados, ainda, Eugênio do Amaral, Antônio Gomes de Moura e José Inácio Pereira. As investigações apontaram a negociação de US$ 500 mil e possível envolvimento dos autores com o traficante Fernandinho Beira Mar.

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Comentários
error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.