17/04/2018 15h34

É uma unidade de Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde (EACS), instalada temporariamente na unidade do Residencial Novo Oeste

Redação

A equipe da unidade de Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde – EACS “Euridice Chagas Cruz”, unidade de Saúde Santa Luzia, temporariamente instalada no prédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), na área do Residencial Novo Oeste e Residencial Orestinho, em Três Lagoas, atende diariamente a mais de 500 pessoas.

O prédio próprio da EACS Santa Luzia passa por reforma e ampliação, iniciada na primeira semana de novembro de 2017, com prazo previsto de 180 dias para o término das obras. São mais de 182 metros quadrados de reforma e ampliação, que estão sendo executadas e seguindo rigorosamente o cronograma da obra, já em fase de acabamento.

Na EACS Santa Luzia, a equipe, coordenada por Fernando Garcia Brito, é constituída por três equipes de Agentes Comunitários de Saúde, que têm à frente três enfermeiras (Eliane Brilhante, Helena Kobori e André Tozi), cinco técnicas de enfermagem e nove médicos, sendo cinco clínicos gerais, dois pediatras e dois ginecologistas/obstetras.

“Estima-se que atendemos a mais de 16 mil pessoas, residentes em nossa área de abrangência, formada pelos bairros Santa Luzia, Residencial Orestinho, Residencial Novo Oeste, Ipacaraí, Jardim Carandá, Jardim Progresso, Jardim Imperial, Bela Vista e outros bairros adjacentes”, informou Fernando, mostrando o mapa dos principais bairros.

PRÉ-AGENDAMENTO

Maioria dos procedimentos, incluindo as consultas médicas e de enfermagem, é pré-agendada e em horário fracionado. “No entanto, adotamos também o que chamamos de demanda livre, ou seja, pacientes que esperam a desistência de outros, pessoas em situações de urgência de atendimento e outros casos”, explicou o coordenador da Unidade.

“Parte dos problemas que enfrentamos, principalmente, por causa do aumento da demanda e aglomeração de pacientes é porque as pessoas não entendem por completo a diferença entre pronto atendimento, unidade de ações preventivas e unidade curativa de doenças”, observou Fernando.

“Grande parte dos moradores dos bairros de nossa área de abrangência ainda acredita que esta unidade seja de pronto atendimento, como é a UPA 24h”, observou.

“Esta é uma unidade de Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde, que realiza diariamente procedimentos básicos de atenção à saúde da população”, resumiu Fernando.

Maioria das ações dos profissionais que trabalham nas unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) é voltada para a educação em saúde e prevenção e “na EACS nosso trabalho já possui também objetivos curativos”, explicou.

(*) Diretoria de Comunicação Social da Prefeitura de Três Lagoas

Maioria dos procedimentos, incluindo as consultas médicas e de enfermagem, é pré-agendada e em horário fracionado. (Fotos: Assessoria).

Comentários