08/10/2013 08h10 – Atualizado em 08/10/2013 08h10

Usuários de gratuidades em MS têm mais prazo para se recadastrarem

Idosos e deficientes tinham até domingo para atualizar informações. Conforme decreto, usuários destes grupos têm agora mais 60 dias.

Da Redação

O governo de Mato Grosso do Sul prorrogou por mais 60 dias, a contar de 6 de outubro, o prazo para deficientes e idosos beneficiários de gratuidades no transporte fazer o recadastramento. O decreto com a prorrogação está publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (7).

Devem atualizar as informações até dezembro usuários com 60 anos ou mais cuja carteira de beneficiário tem prazo indeterminado de validade e deficientes com carteiras de gratuidade emitidas até fevereiro de 2012.

De acordo com Márcia Terezinha Ratti, coordenadora de Proteção Básica da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social, o prazo foi prorrogado porque a quantidade de recadastramentos ainda é baixa perto da estimativa que se tem sobre o total de beneficiários.

Segundo a coordenadora, a Secretaria estima que há 60 mil usuários que precisam se recadastrar e até o dia 27 de setembro, 38.549 tinham atualizado os dados.

Conforme Márcia, o recadastramento está sendo feito porque um novo sistema de informações será utilizado.

A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul (Agepan) informar que após esta data as carteiras perderão a validade. Pessoas com carteira de gratuidade fora do especificado deverão renovar o benefício no respectivo vencimento.

Para fazer o recadastramento, o beneficiário deverá procurar o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do seu município.

(*) Com informações de G1 MS

Comentários