28/02/2012 17h38 – Atualizado em 28/02/2012 17h38

Na Delegacia da Vila Piloto neto confessa que matou a avó

O neto confessou o crime caracterizado como latrocínio, mas nega ter violentado sexualmente a vítima, de 71 anos

Elisângela Ramos

Hoje a Polícia Civil de Três Lagoas, apresentou oficialmente o assassino de Alzira Antônia Farias. Durante coletiva de imprensa o criminoso contou como tudo aconteceu.

CRIMINOSO

“Eu comprei droga estava devendo R$ 4 mil, precisava de dinheiro e minha família não me dava, então resolvi pegar da minha avó por isso que a matei. Matei para roubar”, conta o criminoso.Assista ao vídeo

LATROCÍNIO

De acordo com a Polícia Civil, o crime cometido por Nerivaldo de Moraes, 32 anos, neto da vítima é latrocínio (crime seguido de morte). De acordo com a polícia em depoimento o acusado incluiu outras pessoas como supostos comparsas.
“Acreditamos que esta é uma forma de enrolar e dificultar o trabalho de investigação da polícia e incluir mais alguém para justificar o crime sexual” explica o delegado do 2º DP, Rogério Makert.

ENTENDA O CASO

Nerivaldo estava sendo acusado de matar a avó que o criou e também é suspeito de ter violentado sexualmente a idosa, o criminoso foi detido na noite do dia (26) em uma rodovia nas proximidades do município de Castilho – SP.

O acusado disse durante a coletiva de imprensa que está arrependido
Foto:César Esquibel

Comentários