03/01/2013 13h59 – Atualizado em 03/01/2013 13h59

Da Redação

As vendas de material de construção cresceram 5,5% no mês de dezembro na comparação com dezembro de 2011, segundo dados divulgados hoje pela Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção). Na relação dezembro sobre novembro, as vendas se mantiveram estáveis.

Segundo o estudo, as regiões Norte e Nordeste foram as que registraram maior volume de vendas. “Quase metade dos lojistas de ambas as regiões vendeu mais. Em compensação as regiões Centro Oeste e Sudeste foram as que tiveram menor desempenho de vendas”, diz Cláudio Conz, presidente da Anamaco.

Ainda segundo Conz, a performance do setor em dezembro foi surpreendentemente positiva. “Geralmente dezembro é um mês curto, por causa das festas de fim de ano, ou seja, as pessoas tendem a fazer as reformas até a primeira quinzena do mês, então tradicionalmente registramos um volume menor de vendas na comparação com os demais meses do ano. Mas, em 2012, tivemos um mês de dezembro com desempenho de vendas similar à novembro. Além disso, o último trimestre do ano também apresentou uma média de vendas superior aos demais trimestres”, explicou o presidente da Anamaco. “Isso fez com que o varejo de material de construção crescesse 3,5% no ano sobre 2011, com um faturamento de 55 bilhões de reais, que é o maior já registrado pelo setor”, completa.

A pesquisa revelou que o setor de cimento teve queda de 6,8% em dezembro na comparação com o mesmo mês de 2011. “O segmento vem tendo um desempenho menor desde outubro de 2012, contrariando as expectativas de aumento de volume de vendas dos demais setores”, explica Conz. Tubos e conexões também não apresentaram resultados de incremento. “Dezembro ficou igual a novembro, porém 1,7% menor do que dezembro de 2011”, declara.

(*) Com informações do Correio do Estado

Comentários