29/10/2015 15h32 – Atualizado em 29/10/2015 15h32

Com a chegada do verão e o aumento das temperaturas que podem atingir 40°C, hábitos como, exercícios físicos e alimentação devem ser redobrados, orientam profissionais da saúde

Patrícia Miranda

“Nossa que calor, nas primeiras horas do dia!”, “Já chego ao meu trabalho todo suado!”, “Ar condicionado urgente!”, “Que tempo abafado!”, essas são algumas das frases que muitos três-lagoenses têm dito por aí e o principal motivo é simples: o calor.

Três Lagoas é conhecida como a “Cidade das Águas”, mas ultimamente, nem a chuva tem contribuído para amenizar as intensas temperaturas. Uma onda de calor sem precedentes é sentida pela população e com a mudança do Horário de Verão, no sábado (17), o sol nasce uma hora mais cedo, o que auxilia na iluminação natural e como consequência mais raios solares e temperaturas que atingem a casa do 40°C.

ROTINA REGRADA

Seo Moreira, funcionário público de Três Lagoas, tem uma rotina regrada de exercícios e ele aproveita a bela paisagem de fundo da Lagoa Maior para se exercitar na academia ao ar livre que há no local. “Venho aqui dois dias e falto um, porque trabalho de plantão, mas faço exercícios contínuos, pois tenho problemas de saúde. Desde julho, por ordens médicas, venho aqui porque tenho diabetes e preciso me cuidar. Faço um aquecimento antes e no horário de verão busco fazer bem cedo meus exercícios por que de tarde não dá, esse calor judia da gente”, comentou.

EXPERIÊNCIA

Quem observa e auxilia Moreira em suas atividades físicas, assim como os demais frequentadores do local é o professor de Educação Física, Daniel Alves de Souza. Com experiência de 15 anos, ele dá algumas dicas, neste momento em que o calor interfere na execução dos exercícios. “É importantíssimo que a pessoa se hidrate antes, durante e depois porque com o calor há uma perda maior de água. Pessoas de idade devem evitar os horários onde há maior incidência de raios solares. Com as crianças é essencial estar atentos, pois elas praticam recreação e a hidratação deve ser presente. Em ambos, quando o assunto é a onda de calor, a maior preocupação é em relação a desmaios, hipotermia, desidratação e mal estar”, alertou.

ALIMENTAÇÃO

A alimentação é outro tópico que se deve atentar. Daniel explica que a ingestão de frutas auxilia e muito nos exercícios, principalmente na hidratação. “Comer uma banana, ou melhor, uma fatia de melancia ou melão são importantes porque são enriquecidas por conterem bastante água”, disse.

Os adeptos devem ser regrados quando o assunto é horário, o professor de Educação física comentou que os melhores horários são até no máximo às 8h30 e depois das 17h, no qual as temperaturas estão mais agradáveis.

PORQUE TANTO CALOR?

Um balanço foi divulgado pelo Cemtec – MS (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos) na quarta-feira (21) especificamente sobre Três Lagoas. A metereologista do Cemtec – MS, Cátia Braga comentou com a reportagem do Perfil News, sobre o que tem contribuído para as temperaturas altas. “Há um sistema chamado Alta Subtropical do Atlântico Sul (ASAS). Ela contribui para que as temperaturas fiquem altas, porque faz com que o ar vá para baixo, ou seja, ela causa a subsidência do ar. Isso faz com que a atmosfera fique como se fosse uma panela com tampa. Muito calor e umidade baixa”.

Questionada sobre se há alguma explicação sobre nas primeiras horas do dia haver calor em excesso, ela comentou que o grande responsável pela temperatura é o fenômeno do El Niño. “Também se atribui a ASAS e é importante lembrar que estamos em ano de El Niño forte. Esse fenômeno oceano-atmosférico faz com que, para Mato Grosso do Sul, tenhamos temperaturas acima da média. Para a próxima semana há possibilidade de chuva para a Região Leste e podem ser fortes” explicou a meteorologista.

No Estado, os moradores de Paranaíba, na Região do Bolsão, é a cidade que vem se destacando pelas altas temperaturas, chegando a 41°C.

TEMPERATURA EM TRÊS LAGOAS

Segundo o Centro de Monitoramento, a última terça-feira (20), registrou a temperatura máxima absoluta de 40, 1° C e a umidade relativa do ar de 16%. Outro dado que alarma é em relação à chuva, que neste mês foram apenas 12,2 mm, enquanto o histórico é de 126,4 mm.

Em outubro do ano passado, a maior temperatura foi registrada no dia 17/10 quando os termômetros atingiram 42,5°C. Em 2013, o recorde foi de 36,7°C em 21/10. No penúltimo dia do mês em 2012, chegou a 41,1°C. Com 37,9°C, o 08/10/2011 foi marcado por um forte calor. Em 2010 chegou a 37,8°C em 29/10. Já em 2009, marcou-se 33,7°C e em 2008, fez 40°C em 16/10.

RECOMENDAÇÕES

O Cemtec divulgou uma tabela, dos cuidados que devem ser tomados pela população e principalmente para quem é praticante de atividades físicas, em relação à umidade do ar.

Durante o período da manhã, a cidade tem registrado temperaturas acima dos 35°C. O recomendável para quem for realizar atividades físicas é até as 8h30 e após às 17h. (Foto: Patrícia Miranda)

Zumba é uma opção para quem quer se exercitar dentro de ambientes climatizados. (Foto: Fabio Jorge/Arquivo Perfil News)

O professor de Educação Física, Daniel Alves de Souza, auxilia Seo Moreira nos exercícios físicos. (Foto: Patrícia Miranda)

A pista de caminhada da Lagoa Maior é um dos principais destinos  para quem pratica exercícios físicos. (Foto: Leandro Amadeu)

Comentários