18/06/2019 11h30

Assunto é polêmico, já que comerciantes tem custos com alteração de documentos das empresas com a alteração da nomenclatura dos logradouros

Guta Rufino

Quando a rua de um bairro tem o nome mudado para homenagear uma personalidade significa que antes desse processo foi apresentado e aprovado um projeto de lei na Câmara Municipal, pelos vereadores. O assunto polêmico foi levantado pelo vereador Luiz Akira (PSDB), na sessão ordinária desta terça-feira (18). Ele criticou a falta de cautela na alteração da nomenclatura dos logradouros e alertou para o transtorno gerado por essas modificações.

A princípio o vereador questiona o motivo de renomear uma rua que já tem nome. “Como é o caso da Vila Piloto. Eu acompanhei um projeto que alterava o nome da rua 8. O bairro foi projetado com as ruas em ordem numéricas”, frisou.

Akira se posicionou e pediu maior cautela nas apresentações do projeto de lei para mudança dos nomes das ruas. “Precisamos ter uma discussão antes de trazer essas propostas ao plenário. Para que isso gente? Vamos pensar! Vamos discutir antes que o projeto chegue no plenário, para evitar esse desgaste. Não estamos apenas lidando com a família do homenageado, mas com os moradores, comerciantes dos bairros também”.

A polêmica se estende aos empresários, já que a partir da alteração da nomenclatura dos logradouros, os comércios que estão localizados nos endereços com o nome trocado, passam por transtorno e prejuízo devido alteração e atualização do endereço nos documentos das empresas.

Vereador Luiz Akira (PSB) (Foto: Reprodução)

Comentários