13/04/2016 12h09 – Atualizado em 13/04/2016 12h09

A proposta do SSPM é de 10,99%de reajuste linear e que haja revisão do Plano de Cargos e Salários, em vigor desde 2011

Assessoria

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SSPM) de Três Lagoas, Antônio Carlos Modesto, se reuniu com os vereadores, na manhã de terça-feira (12), para apresentação da proposta da reivindicação de reajuste salarial anual da categoria.

Modesto estava acompanhado do assessor jurídico do SSPM, o advogado Luiz Eduardo Gusmão, e veio à Câmara Municipal de Três Lagoas, solicitar o apoio dos vereadores às principais reivindicações da categoria, entre elas, o reajuste anual de 10,99%.

A proposta, já apresentada à prefeita Marcia Moura para apreciação, é de ajuste linear de 10,99% nos salários dos servidores públicos municipais, a partir do mês de maio.

A matéria do ajuste anual dos servidores públicos municipais deverá ser enviada à Câmara Municipal, para apreciação e votação em Plenário, antes de maio.

Além da reivindicação do ajuste anual de salários, o presidente do SSPM falou da necessidade da revisão do Plano de Cargos e Salários, em vigor desde 2011 e que necessita de “importantes atualizações”.

O total bruto mensal da folha de pagamento da prefeitura do Município de Três Lagoas, incluindo os encargos sociais, é de R$ 13.839,578,62. Nesse total, estão inseridos os pagamentos dos aposentados e pensionistas, efetivos e comissionados e da equipe de secretários municipais.

Na oportunidade, Modesto reivindicou ao presidente da Câmara Municipal, vereador Jorginho do Gás, o uso do recinto do Plenário para assembléia geral do SSPM, no próximo dia 18 (segunda-feira), e também uso da tribuna livre, na sessão ordinária do dia 19. Essas duas reivindicações deverão ser previamente encaminhadas à Mesa Diretora, através de ofício.

Durante a sessão da noite de terça-feira, os vereadores se declararam favorável à ampla negociação para que a categoria seja valorizada e lembraram que, em todos os anos, os vereadores auxiliaram no processo de discussão dos reajustes salariais, assim como em outros direitos, como planos de carreirga. Eles parabenizaram o líder sindical por apresentar, pela primeira vez, à Casa, uma planilha que esclarece o motivo do índice reivindicado.

O vereador Tonhão, líder da prefeita na Câmara, sugeriu que as negociações entre prefeitura e sindicato sejam acompanhadas, desde o início, pelos vereadores, para que haja celeridade no acordo, mas ressaltou que é necessário encontrar um equilíbrio, dentro da disponibilidade orçamentária de Três Lagoas.

(*) Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Três Lagoas/MS

Comentários