Dados foram divulgados nesta sexta-feira (11)

Com a pandemia da Covid-19 muitos casais passaram mais tempo juntos, em casa. E esse foi um fato que agravou a questão da violência doméstica em vários lugares do Brasil. No entanto, apesar dos números ainda serem muito altos e assombrarem pela crueldade, os dados em Três Lagoas não refletem esse aumento.

Segundo dados da Polícia Militar divulgados nesta sexta-feira (11), as ocorrências desta natureza tiveram queda em relação ao ano passado: foram 922 ocorrências, contra 955 em 2019, um recuo de pouco mais de 3% de 1º de janeiro a 7 de dezembro deste ano em relação ao ano passado.

Mas não há o que se comemorar: além de números muito altos, a cidade também registrou dois casos de feminicídio – ao contrário do ano passado, quando não houve nenhum.

PARTICIPAÇÃO DA PM
Ainda conforme relatado, a participação da Polícia Militar nessas ocorrências aumentou neste ano. Enquanto em 2019, foram registradas 334 participações da PM em ocorrências desta natureza, em 2020 os números aumentaram para 456, um aumento de 36,52%.

TENTATIVAS DE FEMINICÍDIO
Já em relação às tentativas de feminicídio, em 2020 também houve recuo nas estatísticas: enquanto em 2019 foram contabilizadas 11 ocorrências, em 2020 foram cinco.

Comentários