27/02/2012 15h24 – Atualizado em 27/02/2012 15h24

Equipes do Código de Postura e da Vigilância Sanitária poderiam dar uma olhadinha na lixeira de em um supermercado da cidade

A empresa joga o lixo nos fundos, que por sua vez se espalha pelas ruas e calçadas. Tudo isso próximo ao Cartão Postal da cidade. Para conferir, veja a foto.

Ricardo Ojeda – Caldeirão do Bolsão

FESTA DE CÃES

É de dar nojo a lixeira, – que fica nos fundos da empresa, próximo à Lagoa Maior, – o principal cartão postal da cidade. À noite o lixo fica espalhado na calçada e na rua. Os cães fazem a festa revirando o lixo.

REINCIDENTE

Importante dizer que quando o supermercado foi inaugurado, o lixo imperava nas mediações. Diante disso o Perfil News divulgou matérias com imagem do local. Na ocasião a empresa foi notificada por setor competente da prefeitura.

FERRAMENTA PODEROSA

As mídias sociais, Facebook, Orkut, Twitter, entre outras serão as ferramentas mais utilizadas pelos candidatos na campanha eleitoral que se aproxima. No final do ano passado, a prefeita de Três Lagoas Márcia Moura participou de uma palestra que abordou a importância das mídias sociais.

STAFF

Naquela ocasião, quase todo o staff do primeiro escalão da prefeitura também assistiu a palestra.

FERRAMENTE POLÍTICA

De nove de cada 10 políticos que possuem mandato eletivo fazem uso da ferramenta. O maior propagador desse tipo de mídia, indiscutivelmente é o senador petista, Delcídio Amaral.

USUÁRIO CONTUMAZ

Aqui pelas bandas de Três Lagoas, o mais contumaz usuário do Facebook é o vereador Tonhão, que a todo instante, posta matéria de suas atividades políticas e sociais. Ele possui mais de 5 mil amigos em sua página.

MODA ANTIGA

Já meio à moda antiga, o deputado Eduardo Rocha parece que não adaptou a esse tipo de mídia. Numa rápida pesquisa no Google não aparece nenhuma página com seu nome.

ADMINISTRAÇÃO ENGESSADA

O secretário de Finanças da prefeitura de Três Lagoas, Valmir Arantes disse ao Caldeirão que as leis em excesso engessam demais a administração do município. “Daqui a pouco a prefeita terá apenas a função de pagar as contas”.

EXCESSO DE LEIS

Na opinião do secretário, que vem a ser o homem mais forte da atual administração, já que é ele é que guarda a chave do cofre, o excesso das leis, chegam a inviabilizar o trabalho administrativo. “Mas como é lei, temos que cumprir na íntegra”, reiterou.

CARTÃO DE VISITA ENFERRUJADO

Para quem chega a Três Lagoas, vindo de São Paulo a impressão que se tem é que a cidade é meio abandonada. Da rotatória de entrada até o começo da Ranulfo Marques Leal o mato toma conta dos canteiros e meio fio. Nada que uma boa roçada não resolva. Alô Agamenon…

PASSEIO NA CAPITAL

Depois de empatar com o Aquidauanense em pleno Madrugadão, o Carcará da Fronteira foi dar um passeio na capital do Estado onde aplicou uma goleada no MS Saad. O Misto venceu por 4 a 0 o time a equipe de Campo Grande, lanterninha da chave do grupo.

TORCEDOR ILUSTRE

A partida aconteceu nos estádio das Moreninhas, que teve bom público, onde a grande maioria era da capital. Poucos torcedores do Carcará marcaram presença. Um dos mais ilustres era o deputado Eduardo Rocha, que ligava para seu pai Agostinho, a cada gol que a equipe três-lagoense fazia.

TRAJETÓRIA VITORIOSA

Oxalá essa vitória seja a primeira de muitas. Se nas demais partidas o placar continuar favorável ao Misto, não será tão difícil a diretoria conseguir mais patrocínio para a equipe.

FIM DE CARREIRA

A carreira criminosa do adolescente conhecido como “Peito de Pomba” terminou drasticamente na noite de sábado. O corpo do delinqüente foi encontrado próximo a um matagal em um bairro localizado na saída para Campo Grande.

FAMOSO

Peito de Pomba era famoso nos meios policiais, preocupava a comunidade local. Ele possuía um currículo de fazer inveja aos mais temidos bandido, com mais de 48 passagens pela policia por roubo. Infelizmente, enquanto os familiares choram sua morte, a sociedade respira mais aliviada.

CONIVÊNCIA DA JUSTIÇA

O que não dá para entender é essa nossa lei. Um rapaz, com uma ficha criminal tão extensa, usuário de drogas, deveria estar internado, em tratamento. Mas a justiça preferiu deixá-lo solto, nas ruas para praticar furtos. Deu no que deu. A justiça é culpada disso.

NÃO DÁ PARA ENTENDER

Até mesmo quando se prende o ladrão, que confessa o roubo, mostra onde estão os objetos furtados a polícia lavra o Boletim de ocorrência e depois disso, libera o meliante para praticar novos furtos.

NA PRÓPRIA PELE

Isso aconteceu com o titular do Caldeirão, que em janeiro passado teve sua empresa roubada. Os ladrões levaram vários equipamentos. Três dias depois, policias do Serviço Reservado da PM, conseguiram prender o meliante, que foi identificado por João Vitor Saraiva Fronho.

SITUAÇÃO REVOLTANTE

Mesmo ele confirmando ser autor do furto e que estava com parte dos equipamentos o delegado da Polícia Civil teve que soltá-lo após ouvir seu depoimento. A alegação foi que o mesmo não foi preso em flagrante e por isso ganhou a liberdade. Saiu da delegacia gozando na nossa cara. Revoltante.

BUSCANDO ESPAÇO

Pelo jeito o ex-deputado Akira Otsubo mudou-se de mala e cuia para Bataguassu. Na semana passada toda linhagem da família dele aportou em peso no município. Vieram a pretexto de curtir o Batafolia. Então tá…

NARIZ EMPINADO

Akira circulou pelo recinto onde acontecia a folia cumprimentando todos com muita desenvoltura. Infelizmente tem uma assessora sua que andava com nariz muito empinado. Esse estilo pode render dissabores nas pretensões do pré-candidato, como por exemplo, perca de votos.

CHAVE DE OURO

O prefeito de Bataguassu João Carlos Lemes fechará sua administração com “chave de ouro”. Com exceção do ex-prefeito, Antonio Machado que criou a Unipar e conseguiu peitar a toda poderosa Cesp, nunca teve uma administração tão eficiente quanto à dele. Tem tudo para ser um divisor de águas na história política daquele município.

FILOSOFANDO

“O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos”. (Elleanor Roosevelt)

Lixo, restos de madeira a caixas de papelão são jogados na rua próximo à Lagoa Maior (Foto: Ricardo Ojeda)

Comentários