Companhia aérea que volta a operar na cidade a partir de março já disponibiliza tickets para o ano todo – inclusive feriados; para dona de agência de viagens a volta da Passaredo é um marco para a cidade

Quem precisa ir para São Paulo ou Campo Grande, seja a passeio ou a trabalho, e não está disposto a pegar centenas de quilômetros de estrada – de carro ou ônibus – ganhou um presente ontem: o anúncio da retomada dos voos da Passaredo saindo de Três Lagoas a partir de março.

Segundo a proprietária da MR Viagens, Maria Rita Araújo dos Santos, o retorno das operações da Passaredo causou barulho na cidade. “Assim que saiu a reportagem do Perfil News as pessoas começaram a me ligar, me chamar no Skype. Era uma demanda muito grande de toda a região”, afirmou.

“Temos uma procura muito grande por passagens aéreas na cidade”, afirmou. “Como havia apenas uma companhia aérea, ficava inviável colocar o pessoal para embarcar aqui. O retorno da Passaredo deixou todo mundo feliz, especialmente com os preços, bons horários e o trecho para Campo Grande, que não tínhamos. Agora teremos mais flexibilidade e oportunidades para toda Três Lagoas e região”, conclui.

Já à venda

Apesar dos aviões só decolarem em março, já é possível programar suas viagens de avião para São Paulo ou Campo Grande. E, o melhor: mais barato do que ônibus.

Seja para viagens de passeio ou para trabalho, a Passaredo começou a vender hoje tickets a partir de Três Lagoas para os dois destinos. É possível comprar suas passagens até o final do ano – aproveitando para garantir os preços inclusive nos feriados.

O Perfil News simulou a compra de passagens embarcando na véspera de Natal em Três Lagoas e voltando de São Paulo no dia 28/12.

O preço para uma pessoa sem bagagem extra (apenas levando mochila e bolsa de mão), ida e volta é de R$ 298. O trajeto leva 1h50.

A mesma viagem, de ônibus, pela Reunidas, sairia R$ 407 (ida: R$ 208 e volta R$ 199).

Campo Grande

Se você pretende passar um feriado em Campo Grande, ou precisa ir a trabalho, saiba que a opção também é bem em conta – mas o ônibus ainda é mais barato.

O Perfil News simulou uma compra para o feriado de 7 de setembro. O bilhete para a capital custa R$ 99, cada trecho. Ida e volta, sairia R$ 198. Indo pela Guerino Seiscentos, o custo da viagem seria de R$ 142. A diferença é o tempo: de avião, o trajeto leva uma hora; de ônibus, são seis horas.

Comentários