28.8 C
Três Lagoas
quinta-feira, 25 de abril de 2024

Título do City é também uma vitória para o futebol mundial

Haverá aqueles que contestem a conquista do Manchester City e dirão que a Inter de Milão merecia uma melhor sorte na final em Istambul, na Turquia. De fato, no jogo em si, a equipe italiana mostrou sua força quando poucos imaginavam. Poderia muito bem ser a grande campeã, mas a grande verdade é uma só: o melhor time levou a taça.

Claro que não se mede um time por apenas um jogo, ainda mais uma final, que nos primeiros minutos, foi bastante sentida pelo time inglês. A pressão após o vice para o Chelsea em 2021 parecia clara. Mas o fato da equipe de Pep Guardiola não ter perdido uma partida sequer na maior competição de clubes do mundo, de esmagar gigantes como Bayern de Munique e Real Madrid em fases anteriores, não poderia ter de passar em vão, ainda mais em uma temporada praticamente impecável como esta.

Ganhar a tríplice coroa na Inglaterra é para poucos. Na verdade, para poucos de Manchester. Sim, pois anteriormente aos Citizens, somente o rival da cidade, Manchester United, havia chegado a esse feito, em 1999. Premier League, Copa da Inglaterra, sobre o próprio United e Champions League, coroaram um trabalho de anos.

Nas arquibancadas de Istambul, a torcida italiana jamais deixou de ter fé. Pelo contrário, eles tinham convicção de que era possível. E era. Se não fosse o goleiro Ederson, com pelo menos três grandes defesas, o que escrevo aqui mudaria totalmente de contexto. Um vice digno, que teve que ouvir durante semanas que seria goleada pela equipe de Pep Guardiola. Passou longe de acontecer.

Palmas para Simone Inzaghi, que além de levar a Inter para a final, competiu dignamente contra o melhor time da Europa. Um técnico jovem, que mostrou sua capacidade com um time tecnicamente inferior a outros. E palmas para Pep Guardiola, que fez do City uma verdadeira máquina. Time que até com a sorte chegou a contar. Afinal, perder De Bruyne logo aos 35 minutos de partida parecia o cúmulo do azar. O azar ficou para trás. A competência de um trabalho sério venceu, e venceu tudo, literalmente.

Rafael Bueno de Souza

Leia também

Últimas

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.