21.7 C
Três Lagoas
sexta-feira, 24 de maio de 2024

Carregando imagem de santa de 25 kg nas costas, autônomo anda mais de 1 mil KM até Santuário de Nossa Senhora

Pagando uma benção que foi recebida há mais de 20 anos, o autônomo Ivanor Tobias da Cruz, de 56 anos, está percorrendo a pé as estradas do Estado de Mato Grosso do Sul e de São Paulo rumo ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida do Norte (SP).

O devoto que mora em Campo Grande (MS), e começou sua caminhada no dia 25 do mês passado, já percorreu mais 450 quilômetros em uma peregrinação de aproximadamente 1.146 quilômetros até chegar ao seu destino.

Carregando imagem de santa de 25 kg nas costas, autônomo anda mais de 1 mil KM até Santuário de Nossa Senhora

Neste último domingo (14), a reportagem do site Perfil News foi ao seu encontro na Rodovia Marechal Rondon para uma entrevista com o peregrino que está atraindo as atenções da comunidade católica nas cidades por onde passa.  

“O Brasil inteiro, pessoas de fé, estão na torcida e em uma corrente positiva de fé e oração para que o peregrino consiga completar a sua jornada de fé”

SITUAÇÕES INUSITADAS

Se protegendo da chuva em uma estrutura coberta de uma praça de pedágio da Rodovia Marechal Rondo, Ivanor disse que além de enfrentar as variações climáticas, desde altas temperaturas até fortes chuvas, já teve que dormir a noite embaixo de uma árvore, porém, as dificuldades são amenizadas pelo carinho das pessoas que o encontra pelo caminho.

DEVOTO DA SANTA DESDE CRIANÇA

O peregrino contou, que é devoto de Nossa Senhora Aparecida desde a infância e já recebeu muitas benções, incluindo essa em questão, pela qual ele está fazendo a caminhada.

Ele afirmou que a graça recebida é relacionada à família, porém, preferiu não dar detalhes. Casado e pai de cinco filhos, sendo o mais novo de 13 anos, Cruz afirmou que há anos, após receber a benção vem tentando cumprir a promessa, porém, somente agora, conseguiu sair de casa para a peregrinação.

O devoto de Nossa Senhora Aparecida falou que a parte mais difícil da caminhada foi de Campo Grande à Três Lagoas, devido as condições da rodovia, onde alguns trechos não possui acostamento e falta estrutura, como postos de gasolina. Foi nesse trecho que ele teve que passar a noite dormindo debaixo de uma árvore. Além disso, as condições do asfalto machucam os pés, que causaram bolhas, provocando dores terríveis.

Por conta disso, só conseguia caminhar uma média de 30 quilômetros por dia. A situação só melhorou quando conseguiu passar a divisa com o estado Paulista. “Aqui a pavimentação da rodovia é bem plana e uniforme, alivia os pés e consigo caminhar uma média de 40 quilômetros por dia”.

Ivanor disse ainda que por onde passa uma rede de apoio e solidariedade lhe presta todo suporte de alimentação e estadia, principalmente as igrejas das cidades que estão pelo trajeto.

Carregando imagem de santa de 25 kg nas costas, autônomo anda mais de 1 mil KM até Santuário de Nossa Senhora

Até um grupo de WhatsApp foi formado para acompanhar a caminhada do peregrino que não tem data para chegar à Aparecida do Norte. Na noite dessa segunda-feira, por exemplo ele chegou na cidade de Guararapes, (como mostra a foto acima) distante 132 quilômetros de Três Lagoas, onde foi recepcionado pelo José Aparecido de Moraes, religioso e devoto da Santa que dará todo apoio ao Peregrino.

(*) Pollyana Elloy

Leia também

Últimas

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.