20.8 C
Três Lagoas
sexta-feira, 24 de maio de 2024

Capataz que matou jovem de Bataguassu em fazenda de Venceslau se entrega à polícia

José Paulo da Silva, conhecido como Zé Paulo, de 68 anos, apontado como o autor dos disparos de arma de fogo que resultaram na morte de Jhonatan Lucas Vieira Magalhães, bataguassuense de 29 anos, se apresentou na Delegacia de Polícia Civil de Presidente Venceslau na tarde da última terça-feira (23).

Ele estava foragido desde que sua prisão temporária foi decretada pela Justiça, atendendo ao pedido do delegado responsável pelo caso.

O crime ocorreu na fazenda Estância Santa Paula, situada na estrada vicinal da Aymoré, na divisa entre Presidente Venceslau e Caiuá.

Conforme relatos do site Portal Bueno, Zé Paulo, que é capataz da fazenda, teria efetuado os disparos após uma discussão com Jhonatan, que trabalhava com ele na propriedade rural. Após o ocorrido, ele fugiu, mas se entregou dois dias após o crime. O idoso foi interrogado e posteriormente encaminhado ao Centro de Detenção Provisória – CDP de Caiuá, onde ficará detido temporariamente.

Sobre o incidente, a Polícia Militar informou que o registro da ocorrência ocorreu por volta das 16h30 do último domingo (21). A vítima foi socorrida e levada ao Pronto Socorro da Santa Casa de Presidente Venceslau, porém, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

O corpo de Jhonatan foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Presidente Venceslau, onde foi submetido a perícia, e posteriormente sepultado na segunda-feira (22) na cidade de Bataguassu.

Jhonatan Magalhães possuía um extenso histórico criminal, com mais de 10 registros policiais, quando residia em Bataguassu. Ele respondia por crimes como furto, lesão corporal, corrupção de menores e ameaça. Atualmente, era considerado evadido do sistema prisional.

Leia também

Últimas

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.