21.7 C
Três Lagoas
sexta-feira, 24 de maio de 2024

Com aporte de R$ 500 milhões, nova linha de crédito para segurança pública já está disponível

Em mais uma ação conjunta em prol da população e da eficiência dos gastos públicos, o BRB (Banco de Brasília), anunciou uma nova linha de financiamento voltada a atender Estados, municípios, autarquias, fundações e empresas estatais em apoio especial à Segurança Pública da região compreendida pelo Consórcio Brasil Central. O recurso foi articulado pelo presidente do Consórcio, o governador de Goiás Ronaldo Caiado.

De acordo com o vice-governador José Carlos Barbosa, o Barbosinha, o novo financiamento atende a necessidade do consórcio de desenvolver e aprimorar iniciativas, bem como permitir a aquisição de equipamentos por valores mais baixos do que o usual em compras conjuntas com os demais estados integrantes do BRC. O programa foi apresentado durante em reunião do Consórcio, realizada na sede do BRB em Brasília e contou com a presença de representantes dos Estados do DF, GO, MT, MS, RO, TO e MA.

“A linha de crédito é específica para financiar segurança pública em entes públicos e se destina à compra de equipamentos, aeronaves, viaturas, inclusive em construção civil, com o aperfeiçoamento da estrutura dos batalhões e das unidades de polícia. Como alguns itens poderão ser comprados de forma coletiva, ainda teremos a oportunidade de gastar o recurso público com mais eficiência, uma vez que uma compra coletiva tende a baixar os preços. Por exemplo, vamos analisar e ver quais Estados precisam de mais armamento, viaturas, e dependendo da necessidade, fazer uma compra maior com melhor aplicação do recurso disponível”, explicou Barbosinha.

O presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, informou que o financiamento já está liberado e que inicialmente estão sendo disponibilizados R$ 500 milhões. Os projetos podem ser financiados em valores a partir de R$ 15 milhões, com prazo de pagamento de até 15 anos e carência de até 3 anos para começar a pagar. Em relação aos custos financeiros, Costa disse ainda que dependem das condições de cada operação e seguem as diretrizes da STN (Secretaria do Tesouro Nacional).

“Desde 2019, seguimos atuando para reformular o BRB e expandir os negócios. Temos trabalhado para oferecer uma frente variada de linhas de financiamento e com este novo produto, reafirmamos nosso compromisso de banco público, oferecendo suporte aos diversos entes da Federação e colaborando para a segurança das populações, apoiando investimentos e contribuindo para os desenvolvimentos regionais”, afirmou Costa.

O governador Caiado fez questão de destacar ainda que para modernizar os equipamentos utilizados pelas polícias e contribuir para a eficácia das operações de combate à criminalidade, o BRB oferece garantia das taxas mais competitivas de financiamento do mercado. “É específica para nós adquirirmos tanto aeronaves, como helicópteros, veículos e armamento. Tudo aquilo que possa melhorar a nossa estrutura de combate ao crime no Brasil”, detalhou

Com a linha de financiamento já disponível, o banco informou que há uma equipe específica, dedicada para realizar as orientações necessárias aos gestores públicos por meio da Plataforma de Governo. O atendimento é personalizado e pode ser agendado por meio do telefone (61) 3409-3556.

Sobre o BrC

Fundado em 2015, o BrC tem como objetivo estimular o desenvolvimento de seus participantes, que acumulam 2,5 milhões de metros quadrados de território e 875 municípios.

Juntos, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Rondônia, Tocantins e o Distrito Federal formam o consórcio, responsável por 12,56% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Esse grupo reúne uma população de aproximadamente 27 milhões de pessoas e conta com uma relevante representação no Congresso Nacional, com 21 senadores e 75 deputados.

O governador Ibaneis Rocha presidiu o BrC entre 2021 e 2022, quando liderou a concessão de linhas de crédito do Banco de Brasília (BRB) e a redução de até 30% do custo da compra de medicamentos pelo grupo, fruto do projeto Saúde Compras Compartilhadas.

Diana Gaúna, Vice-Governadoria com Agência Brasília

Leia também

Últimas

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.