20.8 C
Três Lagoas
sexta-feira, 24 de maio de 2024

Importação de arroz autorizada por Lula surpreende produtores e gera críticas

A medida provisória do presidente Lula autorizando a importação de arroz surpreendeu a Federarroz (Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul), que representa 6 mil produtores.

A compra, a cargo da Conab, dirigida por Edegar Pretto, ligado ao MST, causou espanto, já que a entidade garante que não há risco de desabastecimento.

Conforme divulgado pelo jornalista Cláudio Humberto, a Federarroz citou a projeção da safra 2023/2024, estimada em 7.150 toneladas, como suficiente para atender a demanda. Além disso, afirmou que as dificuldades de escoamento da produção, devido às estradas interditadas, serão brevemente superadas.

A medida provisória autoriza a compra de 1 milhão de toneladas de arroz, e já foram reservados R$ 416 milhões para 104 mil toneladas, beneficiando os importadores.

O vice-presidente da Comissão de Agricultura, deputado Rodolfo Nogueira (PL-MS), criticou a decisão, classificando a medida como “intempestiva e desnecessária”. Nogueira afirmou que o governo deveria focar na resolução dos problemas de escoamento do produto e na emissão de notas fiscais para o transporte.

Leia também

Últimas

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.