23.4 C
Três Lagoas
quinta-feira, 13 de junho de 2024

“Profeta” de Bataguassu é denunciado por ex-esposa por tortura psicológica, ameaça e perseguição

Um homem, que se apresenta como “profeta” nas redes sociais e que atua como servidor público na Prefeitura de Bataguassu, está sendo acusado pela ex-esposa por crimes graves como tortura psicológica, ameaça e perseguição.

Segundo divulgado pelo site Cenário MS, Vinícius Maciel de Oliveira, 28 anos, já havia sido proibido pela Justiça de se aproximar da vítima, mas descumpriu a medida protetiva por diversas vezes, inclusive na última semana, quando esteve na casa da mulher em duas ocasiões.

Segundo a vítima, de 29 anos, Vinícius utiliza de frases como “Deus vai te castigar” e “Seus filhos estão doentes por castigo divino” para amedrontá-la e coagi-la a abrir a porta da casa para que ele entre. O homem também ameaça tirar a guarda dos filhos da mulher caso ela não o atenda.

Em meio ao medo e à pressão psicológica, a vítima relata que cedeu em algumas ocasiões e permitiu a entrada de Vinícius em sua residência. No entanto, a perseguição não se limita a isso.

O homem a segue em diversos lugares e, à noite, joga pedras contra a janela da casa, que já está toda quebrada. Desesperada, a mulher confessa ter pensado em tirar a própria vida por não aguentar mais a situação.

O caso não é recente. A vítima relata que desde o fim do relacionamento, em 2023, Vinícius a persegue e a ameaça constantemente. Antes da denúncia mais recente, ele já havia sido autuado sete vezes, sendo quatro por ameaça, duas por injúria e uma por violação de domicílio. Em dezembro do ano passado, ele chegou a ser preso por quebra de medida protetiva, mas foi solto em audiência de custódia apenas três dias depois.

Cansada de viver sob constante medo e insegurança, a mulher decidiu buscar justiça e proteção. Na última segunda-feira (20), ela novamente procurou a delegacia de Bataguassu para denunciar Vinícius pelas novas ameaças e violações da medida protetiva.

Em suas redes sociais, Vinícius se defende das acusações e afirma que está sendo vítima de uma perseguição política para prejudicar sua imagem. Ele diz que entrega tudo “nas mãos de Deus” e que a verdade prevalecerá.

As autoridades competentes estão investigando o caso e tomando as medidas cabíveis para garantir a segurança da vítima.

Leia também

Últimas

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.