15.9 C
Três Lagoas
domingo, 21 de julho de 2024

Projetos do IFMS captam R$ 755 mil para extensão tecnológica

Fundect destinou recursos para projetos que têm como públicos-alvo agricultores familiares, povos originários e comunidades tradicionais

Dez projetos de extensão tecnológica submetidos por docentes do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) foram aprovados na Chamada 12/2023 da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect), voltada a agricultores familiares, povos originários e comunidades tradicionais.

O fomento total a ser destinado aos projetos do Instituto Federal soma R$ 755,8 mil.

Na avaliação do pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação do IFMS, Edvânio Chagas, cada projeto aprovado representa uma oportunidade de transformar conhecimento em soluções práticas que beneficiem diretamente os públicos-alvo da chamada. O gestor destaca a importância da captação de fomento externo para que a instituição cumpra com sua missão.

“A captação de recursos externos é essencial para o avanço da ciência e tecnologia, pois as permite a realização de projetos inovadores, e ainda fortalece a infraestrutura de pesquisa, proporcionando oportunidades de desenvolvimento profissional para nossos pesquisadores e estudantes, e gerando impactos positivos na comunidade e na sociedade como um todo”.

Confira a lista das propostas do IFMS aprovadas, bem como os respectivos valores que serão destinados para o desenvolvimento dos projetos:

ProjetoCoordenadorFomento
Hidroponia para TodosDaniel Zimmermann MesquitaR$ 80.000
Semeando Resiliência e Raízes Fortes: Boletins Climáticos e Adaptações para a Agricultura Familiar Frente às Novas Realidades ClimáticasGuilherme Botega TorsoniR$ 80.000
Utilização de VantS para o Monitoramento Ambiental visando o Desenvolvimento Sustentável da Agricultura Familiar no Assentamento ItamaratiCelso Soares CostaR$ 79.000
Che turno: agora eu vou falar – as histórias e as culturas indígenas sul-mato-grossenses como você nunca ouviuMary Fernanda de Sousa de MeloR$ 80.000
Cultivando Futuros Sustentáveis no Viveiro de Mudas para Agricultores Familiares Marcelo RigottiR$ 39.900
Integração da Piscicultura em Tanques de Geomembrana com a Horticultura: Empoderamento Alimentar Social Econômico e Ambiental para Agricultura FamiliarOdair DiemerR$ 80.000
Produção de Artesanato Tecnológico na Área de Proteção Ambiental da Baía NegraRafael Verão FrançozoR$ 80.000
Exploradores do Amanhã: Descobrindo a Inovação com Startups e CriatividadeCarlos Aparecido de AlmeidaR$ 79.700
Capacitação em Sistemas Agroflorestais para a agricultura familiar em Nova Andradina – MSKarina Renostro Ducatti R$ 77.250
Tecnologia de criação de pintados em tanques de geomembrana para os indígenas Terena: uma alternativa de alimentação e renda Mario Ney Rodrigues SalvadorR$ 80.000

Duas propostas aprovadas na Chamada 12/2023 Fundect são desdobramentos do projeto de piscicultura desenvolvido pelos professores do Campus Coxim Odair Diemmer e Mario Ney Rodrigues Salvador com comunidades de Miranda, Ponta Porã e Nova Andradina. A tecnologia inédita de criação de pescado em cativeiro foi, inclusive, tema do primeiro episódio de 2024 do ‘IFMS Comunica na Comunidade’, conteúdo audiovisual da instituição publicado no Canal do YouTube. Confira o episódio!

Um terceiro projeto aprovado na chamada que tem agricultores familiares, povos originários e comunidades tradicionais como públicos-alvo também já foi tema do ‘IFMS Comunica na Comunidade’. O ‘Hidroponia para Todos’, que tem como coordenador o professor Daniel Zimmermann Mesquita, do Campus Naviraí, é uma extensão do projeto que levou a produção de hortaliças para terras pantaneiras. Assista ao episódio!

Chamada 12/2023 Fundect

Ao todo, foram selecionados 91 projetos, submetidos por pesquisadores vinculados a instituições como Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), entre outras.

O edital, segundo a Fundect, visa melhorar a qualidade de vida e a segurança alimentar das comunidades.

De acordo com as regras da chamada, os coordenadores dos projetos aprovados têm até 19 de julho para submeter a documentação adicional, o que deve ser feito via SigFundect. 

Outro requisito para o fomento do projeto é que o proponente não possua qualquer pendência administrativa e/ou financeira com a Fundect ou com o Estado de Mato Grosso do Sul.

Acesse a página da Chamada 12/2023 Fundect

Fonte: IFMS (Osvaldo Sato)

Leia também

Últimas

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.