07/02/2012 07h51 – Atualizado em 07/02/2012 07h51

84% da produção de agricultura é familiar

O pequeno produtor não deve ser visto como menos importante na economia estadual

Correio do Estado

A maior parte dos alimentos que chega à mesa dos sul-mato-grossenses é brotada no solo de pequenas propriedades, como a de José de Andrade, 45 anos. Todos os dias, ele abastece mercados de Campo Grande com verduras e legumes numa rotina que se inicia às 4h da manhã.

O trabalho de José e a de outros produtores do Estado dão vida a uma realidade pouco notada: a participação da agricultura familiar na cadeia produtiva de alimentos. De acordo com a Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), os pequenos agricultores chegam a responder por até 84% da produção agropecuária estadual.

“A agricultura familiar tem crescido muito no Estado e começa a ser mais valorizada”, afirma José Alexandre Ramos Trannin, diiretor executivo da Agraer. O pequeno produtor não deve ser visto como menos importante na ecomia estadual, segundo defende Trannin. “Todos são produtores. Pode ser pequeno, médio ou grande”, diz.

Comentários