15/10/2013 09h41 – Atualizado em 15/10/2013 09h41

Água Clara recebe salas de aula móveis do Senai Educa e abre 90 vagas em 2 cursos gratuitos

Trata-se da 8ª cidade a receber os novos ambientes de qualificação, com a oferta dos cursos de analista de recursos humanos e eletricista industrial

Da Redação

O Senai Educa, maior programa de formação profissional de Mato Grosso do Sul, iniciou em Água Clara os cursos gratuitos de analista de recursos humanos e eletricista industrial, que estão sendo oferecidos em duas salas de aula móveis de um total de 92 adquiridas pelo Sistema Fiems para ampliar o acesso aos 269 cursos gratuitos de qualificação profissional disponibilizados em 46 município, totalizando 67.602 vagas. Trata-se da 8ª cidade a receber esses novos ambientes de qualificação, que já chegaram a Eldorado, Naviraí, Brasilândia, Bataguassu, Coxim, Nova Andradina e Cassilândia.

Segundo coordenador pedagógico do FatecSenai Três Lagoas, Paulo Ubirajara da Silva, as duas salas de aula móveis estão instaladas no centro da cidade, em frente ao calçadão municipal. “Ao todos são 90 vagas, das quais 50 são para o curso de analista de recursos humanos e as outras 40 para o curso de eletricista industrial”, informou, acrescentando que os cursos oferecidos atendem a demanda do município.

Para o prefeito de Água Clara, Silas José, o Senai Educa oferece uma grande oportunidade de crescimento para os jovens do município. “Por meio dessa parceria com o Senai, nós abrimos uma nova porta de oportunidades para que o jovem tenha acesso à formação profissional, tornando-os aptos para entrar no mercado de trabalho e suprir a mão de obra qualificada que Água Clara tanto necessita”, declarou.

BENEFICIADOS

Para o aluno do curso de eletricista industrial, Vagner Valadares, 24 anos, a chegada dos cursos do Senai representa uma nova oportunidade de emprego e melhoria na qualidade de vida. “Ao final desta etapa, espero encontrar mais chances de me desenvolver e uma melhor colocação no mercado de trabalho”, pontuou. O também aluno do curso de eletricista industrial, Aparecido Alexandre, 33 anos, trabalha como autônomo na área elétrica e busca novos conhecimentos para acompanhar as novidades. “O bom profissional está em constante busca pelo aperfeiçoamento”, disse.

Dos 92 containers salas de aula adquiridos para o Senai Educa, 28 têm capacidade para 40 alunos cada, enquanto 19 podem receber até 20 alunos cada, 5 vão servir de laboratórios de informática com capacidade para 16 alunos cada, outros 10 containers são multifuncionais, servindo tanto para sala de aula, quanto para laboratório, e os 30 restantes são almoxarifados. “Por meio dessa nossa nova ferramenta de qualificação, vamos criar uma base regional de mão de obra capacitada e esse estoque de profissionais vai suprir as necessidades das indústrias instaladas no Estado”, declarou o presidente da Fiems, Sérgio Longen.

Para este ano, o Senai Educa ofertou 67.602 vagas e, até julho deste ano, 44.115 delas já foram preenchidas, ou seja, 65,25%, restando ainda 23.487 vagas distribuídas pelas cidades de Água Clara, Amambai, Anastácio, Angélica, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bandeirantes, Bataguassu, Batayporã, Brasilândia, Caarapó, Campo Grande, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Dourados, Eldorado, Glória de Dourados, Inocência, Ivinhema, Jardim, Ladário, Maracaju, Miranda, Mundo Novo, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paranaíba, Paranhos, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sidrolândia, Sonora, Terenos e Três Lagoas.

(*) Com informações de Assecon Senai

As duas salas de aula móveis estão instaladas no centro da cidade, em frente ao calçadão municipal (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários