21/03/2016 10h19 – Atualizado em 21/03/2016 10h19

Empenhado em apoiar o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora (HNSA), o deputado estadual Angelo Guerreiro montou uma força tarefa para percorrer os municípios que encaminham pacientes para serem atendidos no referido hospital.

Assessoria

Empenhado em apoiar o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora (HNSA), o deputado estadual Angelo Guerreiro montou uma força tarefa para percorrer os municípios que encaminham pacientes para serem atendidos no referido hospital. A equipe, liderada pelo deputado, também é composta pelo diretor do hospital, Eduardo Otoni, a gerente de qualidade, Daniela Mekaru e os vereadores Jorginho do Gás e Vera Helena.

A Força Tarefa da Saúde tem a finalidade de demonstrar aos prefeitos e secretários a real situação financeira do Nossa Senhora Auxiliadora em relação aos atendimentos feitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e solicitar suporte para a manutenção e continuidade dos serviços. “Não são só os pacientes de Três Lagoas que dependem da estrutura e atendimento do hospital, mas também pacientes da região. Portanto, é justa a participação de todos”, pontua deputado Guerreiro.

Atualmente, além de Três Lagoas, o hospital atende outros nove municípios: Inocência, Aparecida do Taboado, Brasilândia, Cassilândia, Paranaíba, Santa Rita do Pardo, Água Clara , Selvíria e Bataguassu.

A contratualização entre HNSA e prefeitura venceu em novembro do ano passado, desde então são feitos termos aditivos no valor de R$ 100 mil. Este repasse ajuda, mas não resolve todo o problema financeiro da instituição. O déficit mensal do hospital é de R$ 600 mil. A dívida total chega a R$ 6 milhões. Este valor é referente a empréstimos para concretização do pagamento de fornecedores e funcionários, inclusive médicos.

Segundo o diretor do Nossa Senhora Auxiliadora, existe entre hospital e prefeituras a Programação Pactuada e Integrada (PPI) que define e garante o número de atendimentos anuais para a população de uma determinada região ou município. O valor da PPI encaminhada para Três Lagoas e repassada ao hospital é o mesmo desde 2008. Sendo assim, a quantia financeira esta defasada, além do aumento do encaminhamento dos pacientes destes municípios para Três Lagoas. “Para quase todos estes municípios realizamos o dobro de atendimento em relação ao acordado. Em Inocência, por exemplo, o número pactuado é de 27 pacientes, mas em 2015 fizemos 53 atendimentos”, detalha Otoni.

O deputado Guerreiro e equipe já estiveram nos municípios de Inocência, Aparecida do Taboado e Selvíria. Foram bem recebidos pelos prefeitos que se comprometeram em analisar urgentemente o pedido de apoio para a garantia dos atendimentos. “Após a conclusão das visitas a estes municípios, vou agendar reuniões com empresas e tão logo com o secretário estadual de saúde, Nelson Tavares”, conclui o deputado.

(*) Assessoria de Imprensa
Dep. Angelo Guerreiro

Angelo Guerreiro cria força tarefa para amparar hospital de Três Lagoas. (Foto: Assessoria)

Comentários