Advogada três-lagoense se comoveu com a história e pediu liminar à Justiça, exigindo a transferência imediata

O menino B., de três anos, que estava internado no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, acaba de conseguir transferência para hospital em Campo Grande, onde irá dispôr de UTI pediátrica.

A primeira suspeita era que B., que tem histórico de bronquite, estivesse com coronavírus, mas o exame laboratorial deu negativo. Mesmo assim, a criança continuava necessitando da transferência.

Em história apurada pelo Perfil News, comovida pela história da criança, a advogada três-lagoense Rozana de Oliveira Gomes entrou com liminar exigindo a transferência de B., que aguardava, em estado grave a disponibilidade de leito.

A Juíza Dra. Emirene Moreira de Souza Alves decidiu favoravelmente à criança e, nesse momento, ela segue para a Capital.

Parte final da sentença emitida pela Juíza Dra. Emirene Moreira de Souza Alves em favor do menino de Brasilândia
Comentários