14/03/2018 15h12

Baleado em tentativa de assalto, jovem vive com sequelas e depende da família até para comer em MS

Erick Soares de Almeira, de 22 anos, levou um tiro na cabeça no dia 1º de janeiro. Despesas básicas são bancadas pela família com ajuda de pessoas

Redação

Erick Soares de Almeira, de 22 anos, vive hoje com a ajuda da família. Até para comer o rapaz precisa do auxílio de alguém. A dependência se estende a outras tarefas que, para qualquer um, seriam consideradas simples, como tomar banho e trocar de roupa.

O corumbaense está nessa situação devido às sequelas de um tiro que levou na cabeça durante uma tentativa de assalto no dia 1º de janeiro, em Corumbá, no Pantanal de Mato Grosso do Sul. Apesar de ter sido operado em Campo Grande, as marcas ficaram.

“Ele fica o dia inteiro deitado. Porque eu não aguento. Tem que esperar os filhos para ajudar. Porque eles têm os compromissos deles. E não tem como. Olha o tamanho dele. Não aguento”, explicou a mãe Ivonete Soares.

Outra preocupação é com o tratamento de fisioterapia, que, até agora, Erick não conseguiu. “A espera é o que está me preocupando. Ele sofre e eu sofro junto com ele. Porque ele não dorme. A noite toda eu lido com ele. É dor demais que ele sente na perna. Eu tenho que fazer massagem para ver se melhora”, contou Ivonete.

Além da tristeza com a limitação e o tratamento do jovem, a família sofre também com a falta de dinheiro para conseguir custear as despesas com ele, que são altas e incluem fraldas, comida e remédios. Ivonete está desempregada.

Pessoas que conhecem o caso de Erick, como os vizinhos, costumam ajudar nas despesas, seja doando leite e bolachas. Uma alternativa encontrada pela mãe e uma amiga do rapaz foi fazer uma rifa para conseguir dinheiro.

“Faltam poucos números. Então, quem puder ajudar, vai ser rifado no dia vinte. Pra gente poder repassar para a mãe dele. É pouco, mas é o que nós estamos fazendo. E quem puder doar mais alguma coisa, nós estamos de bom coração para aceitar e repassar para a mãe dele”, contou a vizinha Nilza Elensberger.

*G1

Baleado na cabeça durante tentativa de assalto, jovem Erick vive acamado em Corumbá, MS (Foto: Reprodução TV Morena)

Comentários