10/03/2016 15h09 – Atualizado em 10/03/2016 15h09

O Senai firmou compromisso de parceria com a Biosul para a execução de projetos voltados para o melhoramento da relação indústria/campo

Assessoria

A diretoria da Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul) procurou o Departamento Regional do Senai para alinhar o desenvolvimento de projetos pelo ISI Biomassa (Instituto Senai de Inovação em Biomassa) voltados para atender as demandas das indústrias sucroenergéticas sul-mato-grossenses. Em reunião realizada nesta quinta-feira (10/03) no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), o Senai firmou compromisso de parceria com a Biosul para a execução de projetos voltados para o melhoramento da relação indústria/campo, sistema de produção e biorefinaria com o intuito de alavancar a competitividade das empresas do segmento.

Segundo o diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero, o compromisso de integração é extremamente estratégico, principalmente, para a expansão das atividades da Rede de Inovação do Senai.

Ao apresentar o portfólio de atuação do ISI Biomassa no processamento de biomassa para inovação e agregação de valor, a diretora do Instituto, Carolina Andrade, falou do papel de acelerar ideias para aumentar a competitividade da indústria. “O ISI Biomassa abrange o trabalho em energia a partir da biomassa e sustentabilidade, além da biotecnologia e engenharia de bioprocessos, desenvolvimento de processos químicos para conversão de biomassa e resíduos e o desenvolvimento de novos produtos a partir da biomassa”, elencou.

Para o presidente da Biosul, Roberto Holanda Filho, a parceria com o ISI Biomassa é fundamental visto que a indústria sucroenergéticar é uma voraz consumidora de tecnologia e exige a melhoria continua dos processos agrícolas e industriais. “É uma tônica da nossa atividade, então, isso vem ao encontro das nossas expectativas. Não tenho dúvida de que, a partir desse encontro, vão surgir muitas linhas de pesquisa e, mais ainda, tenho certeza de que teremos resultados práticos, melhoria para a nossa indústria e avanço na industrialização de Mato Grosso do Sul”, pontuou. Também participaram do encontro o diretor-técnico do Senai, Gilberto Schaedler, o gerente de tecnologia e inovação do Senai, Robson Wanka, e o gerente da Biosul, Paulo Aurélio.

(*) Assessoria de Comunicação da FIEMS

Reunião realizada nesta quinta-feira (10/03) no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS). (Foto: Assessoria)

Comentários