05/09/2014 15h00 – Atualizado em 05/09/2014 15h00

Por volta das 20h38 da quarta-feira (03/set) na Rua Bonfim, Prainha de Anastácio, uma vítima de afogamento mobilizou o militar de serviço na 2ª SBS, 3º Sgt BM Ilson

Da Redação

Por volta das 20h38 da quarta-feira (03/set) na Rua Bonfim, Prainha de Anastácio, uma vítima de afogamento mobilizou o militar de serviço na 2ª SBS, 3º Sgt BM Ilson.

Acionado por pedidos de socorro vindo da margem direita do rio, o permanência do quartel de Anastácio, Sgt BM Ilson, entrou no rio e após ter nadado cerca de 50 m escutou a vítima fazer barulho próximo a um galho de árvore, nadando mais alguns metros, o militar conseguiu fazer a abordagem. Tão logo a abordagem aconteceu, a vítima perdeu a consciência, vindo a ser rebocada até a margem esquerda do rio, sendo levada até o pátio do quartel, onde o Sgt BM Ilson ministrou os primeiros cuidados em casos de afogamento.

A vítima, O. R. S., 29 anos, recobrou a consciência, mas estava desorientado, apresentando náuseas, vômitos, tremores, fraqueza e palidez. Após o atendimento no local, a guarnição de Resgate do Corpo de Bombeiros encaminhou-a ao Pronto Socorro Municipal.

Orientações: Não entre em rios e córregos, ou mesmo piscinas, após a ingestão de bebida alcoólica. Procure ficar próximo às margens, locais mais rasos e com correnteza mais fraca. Crianças devem sempre estar acompanhadas e resguardadas com coletes e boias salva-vidas. Não salte de locais mais elevados para dentro da água, o fundo de rios e córregos muda, e ainda há a presença de pedras e rochas que podem causar ferimentos.

(*)Com informação de Da Hora Bataguassu

O permanência do quartel de Anastácio, Sgt BM Ilson, entrou no rio e após ter nadado cerca de 50 m escutou a vítima fazer barulho próximo a um galho de árvore (Foto: Divulgação)

Comentários