Saúde fez o levantamento de casos notificados, positivos e negativos entre maio a julho

Em um levantamento realizado pela Prefeitura de Brasilândia, a Secretaria de Saúde local confirmou que a cidade registrou três “ondas” de contaminação por coronavírus entre maio e julho.

O estudo levantou os casos positivos, negativos e notificados de Covid-19 e tem como objetivo entender como o vírus está se comportando em Brasilândia desde o primeiro registro de caso confirmado.

Conforme os dados, Brasilândia já registrou três “ondas” da doença, sendo que a maior quantidade de casos confirmados ocorreu em 10 de julho (19 casos), 10 de maio (11 casos) e 30 de junho (8 casos). O primeiro registro de Covid-19 foi no dia 3 de maio.

Entretanto, desde o último pico de registro de casos da doença, a Saúde registrou a queda de casos confirmados. Na última terça-feira (28), foram registrados quatro novos casos.

Mesmo com a queda no número de casos, a Secretaria de Saúde salienta que a a cidade está com transmissão comunitária, ou seja, os infectados desconhecem onde ocorreu possivelmente a transmissão.

Por isso, continuam valendo os esforços para barrar a transmissão do vírus: evitar aglomeração de pessoas, sair somente o necessário, usar máscara e lavar sempre as mãos.

Atualmente, Brasilândia contabiliza 61 casos confirmados da doença e 18 aguardam resultados. Duas pessoas já faleceram e duas pessoas estão em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Comentários