19/01/2012 17h04 – Atualizado em 19/01/2012 17h04

A estimativa é que o setor venda R$ 109 bilhões no varejo

G1

O brasileiro deve aumentar em 15% o gasto médio com vestuário neste ano, em relação ao ano passado, aponta pesquisa divulgada nesta quinta-feira (19) pelo Ibope Inteligência. A estimativa é que o setor venda R$ 109 bilhões no varejo neste ano.

Segundo o levantamento , cada brasileiro vai gastar R$ 670 reais com vestuário em 2012. Em 2011, a média nacional foi de R$ 583 por pessoa. A pesquisa sobre o mercado de vestuário foi realizada pelo Pyxis Consumo.

Entre as regiões do país, a Sul é a que possui maior expectativa per capita: R$ 791. Em seguida vem Centro-Oeste, com R$ 740, e Sudeste, com R$ 729. O Norte aparece com R$ 590 e o Nordeste possui a estimativa mais baixa por morador (R$ 487).

Em relação ao tipo de consumidor, as classes B e C devem ser o foco dos varejistas. As duas, somadas, deverão ser responsáveis por R$ 88 bilhões em consumo de vestuário, representando 80,9% do total. A alta é de 15,7% aos R$ 76 bilhões de 2011.

A classe B deve consumir R$ 47 bilhões (42%) e a C, R$ 41 bilhões (38%). Na classe A a previsão é de R$ 14 bilhões em gastos, enquanto as classes D e E devem responder por R$ 7 bilhões.

A classe A deverá representar 12%, com potencial de consumo de R$ 13 bilhões, pouco acima dos R$ 12 bilhões do ano passado. As classes D e E compõem o menor grupo de consumo para varejo de moda, aponta a pesquisa. O volume do grupo em 2012 deverá ficar em torno de 6%, atingindo R$ 7 bilhões, pequena variação sobre os R$ 6,6 bilhões do ano anterior.

Comentários