16/04/2015 18h14 – Atualizado em 16/04/2015 18h14

O projeto do deputado Angelo Guerreiro, valoriza as questões culturais do estado e um resgate às atividades do campo, que movimentam a economia em Mato Grosso do Sul

Assessoria

A “Cavalgada Sul-Matogrossense”, realizada todos os anos em Três Lagoas pela Associação SMT Cultural, foi incluída no calendário oficial de eventos de Mato Grosso do Sul, depois da aprovação pelos deputados estaduais na sessão desta quinta-feira, 16. O projeto de lei (00012/2015), apresentado pelo deputado Angelo guerreiro, valoriza as questões culturais do estado e um resgate às atividades do campo, que movimentam a economia em Mato Grosso do Sul. Baseando-se na Lei no 3.945, de 04 de agosto de 2010, Guerreiro apresentou a propositura em fevereiro.

Para o parlamentar “tal aprovação representa a valorização do homem do campo, trazendo alegria e integração popular, já que o evento reúne cavaleiros de vários municípios, como Água Clara, Selvíria, Inocência, Aparecida do Taboado, Paranaíba, Distrito de Arapuá de Mato Grosso do Sul e também do estado de São Paulo”.

Realizada todos os anos em dezembro, há 15 anos a Cavalgada Sul-Matogrossense vem se consolidando com a participação de cavaleiros, amazonas e crianças pelas principais avenidas de Três Lagoas com cavalos, bois, carroças e até carro de boi.

Durante todos esses anos, o evento contou com o apoio de pecuaristas e empresários que ajudam com doações. “Conta um pouco da história do homem do campo, do tropeiro, do homem da lida que seguia no lombo de seu animal por léguas para tocar a boiada, ou simplesmente usava o cavalo como meio de transporte por estradas de chão – uma verdadeira homenagem aos bravos cavaleiros e tropeiros que ajudaram a construir a história do Estado, desbravando o cerrado, plantando, colhendo e cuidando do rebanho para que o progresso fosse conquistado”, homenageou Guerreiro.

(*) Assessoria de Imprensa do Parlamentar

Comentários