06/02/2012 08h05 – Atualizado em 06/02/2012 08h05

Maior roda de tereré do mundo

Midia Max

Nem o Sol forte e as temperaturas em 34°C impediram mais de 35 mil pessoas a comparecerem na formação da maior roda de tereré do mundo, criada na tarde deste domingo (5) no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande.

O diretor da rádio Blink e organizador do evento, Alex Pachega, contou que teve a idéia de formar a maior roda do mundo de tereré após a bebida ser tombada como “Patrimônio Imaterial de Mato Grosso do Sul”.

“Comecei no final do ano passado a divulgar o evento pelo YouTube e todos gostaram da idéia”, comemora o diretor.

Até às 16h em ponto, 1.102 pessoas estavam sentadas, em roda, para tomar o tereré no Parque. Alex pretende levar a estatística para o Ranking Brasil e somente depois ao Guiness Book, o livro dos recordes mundiais.

Com a filha de um ano nos braços, o casal Peterson Xavier de Souza, de 25 anos e Eliane Ajala, 27, estiveram no Parque para participar da roda. “Somos casados há cinco anos e nossa filha, de um ano, mesmo sendo novinha, participa com a gente”.

Como a maioria dos campo-grandeses, Peterson gosta de “inovar” a bebida, misturando frutas à erva. “Tomo tereré com abacaxi, limão e outras frutas. Para o tereré não há tribo, tomo mundo se mistura em uma roda e bebe junto”, disse.

Os três amigos Igor Nunes, de 18 anos, Adalton Machado, de 38 e Isac Coutinho, de 25, disseram que chamaram todos os amigos para ir ao evento. “Estamos em um grupo enorme e nossos amigos estão espalhados por aí”, comentou Isac.

“Campo Grande é uma cidade que adere os modismos muito rápido, como o narguile, que é usado na roda de tereré também”

“Tem muito pouco banheiro químico para muita gente e falta água pra gente beber o tereré”, reclamou Igor.

A fisioterapeuta Divânia Valdonado, de 42 anos, reuniu sete pessoas para levar ao evento. “Sempre que posso trago minha família para se reunir a outras pessoas”, brinca.

Pessoas tomando tereré em Campo Grande
Foto: Midia Max

Comentários