Após ligação feita no Disque Denúncia da unidade, policiais foram até o local de difícil acesso junto com funcionários de uma fazenda e indígena para retirarem o veículo com ocupantes que estava atolado

Major Samuel subdiretor do DOF falou da ação do Departamento, que assim como demais órgãos de segurança do Estado, vinha fazendo buscas pela Ambulância

Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) localizaram nesta madrugada (06) uma ambulância que estava desaparecida com quatro pessoas há mais de 30 horas na região de Fronteira. O veículo estava atolado em uma estrada rural no município de Caarapó.

Na ambulância estavam o motorista, um médico, um enfermeiro e uma paciente com Covid-19 que era transferido da cidade de Aral Moreira para Naviraí. Segundo o condutor, ele entrou em uma estrada após o GPS fornecer um caminho mais próximo e devido ao grande volume de chuva acabaram atolados sem sinal de telefone.

O ‘resgate’ só foi possível após um indígena passar pelo local e encontrar os ocupantes. Morador na região, o homem foi até uma fazenda onde o proprietário entrou em contato com o DOF, através do 0800.647-6300 canal de comunicação da unidade e junto com funcionários foram até o local de difícil acesso onde estava a ambulância.

Com a ajuda de um trator, a ambulância foi retirada até a rodovia MS-156. Os policiais, juntamente com a viatura Guincho do DOF, acompanharam os profissionais de saúde o município de Caarapó, onde depois seguiram para Naviraí.

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

(*) Assessoria de Comunicação

Comentários