Companhia se torna uma dos mais de 800 integrantes da coalizão que promove práticas empresariais de desenvolvimento sustentável

A Eldorado Brasil Celulose se tornou signatária do Pacto Global, movimento promovido pela Organização das Nações Unidas – ONU para incentivar e fomentar práticas empresariais sustentáveis e justas pelo mundo.

A companhia é responsável pela gestão de mais de 300 mil hectares, sendo mais de 200 mil dedicados ao cultivo de eucalipto e outros mais de 100 mil hectares de áreas de conservação, em Mato Grosso do Sul. Anualmente, a empresa relata aos seus públicos de interesse como é realizado o manejo de suas florestas e ações socioambientais.

Lançado em 2000, o movimento conta atualmente com 13 mil participantes ao redor do planeta. No Brasil, pouco mais de 800 empresas fazem parte do pacto. O país tem a terceira maior rede de integrantes do mundo. A entrada da Eldorado Brasil no Pacto Global da ONU corrobora o compromisso que a empresa tem de promover seu próprio crescimento tendo como premissa a agenda ESG (sustentabilidade ambiental, social e de governança).

“A aceitação da Eldorado no Pacto Global nos mostra que estamos construindo o futuro da companhia com os direcionadores corretos. A empresa nasceu para ser sustentável, é uma de suas bases. Agora, teremos ainda mais responsabilidade e esperamos ser exemplo para que outras companhias também se tornem signatárias do movimento”, diz Aguinaldo Gomes Ramos Filho, diretor-presidente da Eldorado Brasil.

Como signatária, a companhia se compromete a alinhar todas as suas ações aos 10 princípios que direcionam os integrantes, como respeitar os direitos humanos, ajudar no combate ao trabalho infantil, eliminar a discriminação no emprego, proteger o meio ambiente e combater qualquer forma de corrupção.

Além disso, a Eldorado Brasil trabalhará para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela ONU. Os ODS são um conjunto de ações e metas que norteiam todo o trabalho das empresas signatárias do pacto. Por meio da coalizão, a ONU possibilita que as empresas participem de programas locais e internacionais da entidade que são desenvolvidos por grupos temáticos, como água, anticorrupção, direitos humanos e trabalho, entre outros.

Anualmente, as empresas devem enviar um relatório à ONU quanto ao trabalho realizado para alcançar os ODS e o alinhamento aos princípios do Pacto Global.

Princípios do Pacto Global da ONU
1. As empresas devem apoiar e respeitar a proteção de direitos humanos reconhecidos internacionalmente
2. Assegurar-se de sua não participação em violações destes direitos
3. As empresas devem apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva
4. A eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório
5. A abolição efetiva do trabalho infantil
6. Eliminar a discriminação no emprego
7. As empresas devem apoiar uma abordagem preventiva aos desafios ambientais
8. Desenvolver iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental
9. Incentivar o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis
10. As empresas devem combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina

Comentários