A semana começou produtiva na Polícia de Brasilândia; um ladrão foi preso antes da própria vítima noticiar o crime

Nesta segunda-feira, 27, a Polícia Civil de Brasilândia executou diligências voltadas à elucidação de crimes contra o patrimônio ocorridos recentemente no município, identificando a autoria de seis furtos recentes em residências, estabelecimentos comerciais e em imóveis em construção civil

Foram apreendidos sacos de cimento, cabos elétricos, equipamentos elétricos, ferramentas e objetos subtraídos do comércio. Os furtos foram realizados por três pessoas, duas das quais já foram identificadas e uma delas confessou a participação nos crimes.

Um homem de 34 anos assumiu a autoria dos furtos, apontando ter agido em companhia de dois outros homens – um deles, ainda não identificado.

A Polícia possui imagens de câmeras de segurança em que o veículo que o trio usava é flagrado trafegando nas proximidades do local de um dos furtos.

Material furtado foi recuperado. Fotos: Divulgação

Agilidade

A Polícia descobriu, ainda, que um homem de 32 anos, velho conhecido da polícia, havia praticado um roubo em uma residência na manhã de segunda-feira e que o caso sequer havia sido noticiado pela vítima.

Após confirmação do roubo, o homem foi localizado e preso. Ele teria invadido uma residência e agredido a vítima para roubar um receptor de antena parabólica. O homem é apontado como autor de menos cinco furtos recentes no município, além de ter sido preso em flagrante delito outras duas vezes nos últimos trinta dias por crimes de furto qualificado. Ele foi autuado em flagrante delito pelo roubo e a Polícia Civil representou ao Poder Judiciário, mais uma vez, pela prisão preventiva dele.

A Polícia apurou ainda que, no último domingo, um presidiário que está em saída temporária de noventa dias por conta da pandemia de Covid 19 teria praticado um roubo em uma residência. Os agentes confirmaram os fatos junto à vítima, que afirmou ter sido agredida fisicamente pelo autor. O homem teria roubado um botijão de gás.

A Polícia Civil irá representar pela prisão preventiva do suspeito pela prática do roubo e também comunicará o Juízo da Execução Penal de que ele não está residindo no endereço apontado ao Juízo quando contemplado com a saída temporária, pois ele deveria permanecer em regime de prisão domiciliar.

Motocicleta recuperada

Na noite de ontem, após receber uma denúncia anônima pelo WhatsApp, a Polícia Civil realizou diligências em um loteamento novo e encontrou uma motocicleta escondida dentro de uma construção abandonada. O veículo havia sido furtado no último sábado em frente ao supermercado onde a vítima trabalha.

Motocicleta furtada também foi encontrada.

A Polícia Civil investiga a relação o grupo que praticou a série de furtos no fim de semana com o furto da motocicleta.

As diligências estão em continuidade para a identificação do último suspeito ainda não qualificado, bem como dos receptadores que ainda não foram ainda não identificados.

Comentários