10/05/2018 10h01

Em Três Lagoas, já passa de 10 o número de presos em operação policial

Trabalho é coordenado pelo SIG e teve início na madrugada. Acusados têm ligação com o assassinato de um jovem de 24 anos

Lucas Gustavo

Entre homens e mulheres, mais de 10 pessoas já foram presas, na manhã desta quinta-feira (10), em Três Lagoas, durante a operação ‘’Hidra de Lerna’’. O trabalho é liderado pelo Setor de Investigações Gerais (SIG), da Polícia Civil, e conta com o apoio de 10 delegados e 90 agentes. O 2º Batalhão de PM e o Garras (Grupo Armado de Resgate e Repressão a Assaltos e Sequestros) também auxiliam nas buscas, além do Esquadrão Aéreo.

Em entrevista ao Perfil News, Rogério Market Faria, delegado Regional, explicou que os acusados estão envolvidos no assassinato de Alisson Souza dos Santos, de 24 anos. O rapaz foi morto no dia 26 de fevereiro e seu corpo encontrado em 1º de março. Na ocasião, a vítima foi degolada e o cadáver abandonado em um sítio às margens da Rodovia 158. Os suspeitos têm ligação com facção criminosa.

De acordo com o delegado, as buscas, que iniciaram às 5h, ocorreram em 13 endereços. Além disso, foram apreendidos diversos celulares.

Também conforme Rogério, a operação ainda tem o empenho de policiais de Brasilândia, Selvíria e Dourados.

Por conta das prisões, o movimento de familiares dos acusados e advogados é grande na 1ª delegacia de Polícia Civil de Três Lagoas.

Uma coletiva de imprensa a respeito da operação está marcada para as 10h.

Acusados foram levados para a 1ª delegacia de Polícia Civil. (Fotos: Ricardo Ojeda/Perfil News).

Comentários