06/04/2015 10h08 – Atualizado em 06/04/2015 10h08

Ex-policial rodoviário federal de Três Lagoas é morto a tiros em Paranaíba

Ele estava em um bar da cidade, quando um motoqueiro se aproximou e logo fez disparos, acertando a vítima,que foi socorrida mas não resistiu

Léo Lima com informações

O ex-policial rodoviário federal Carmelito Pereira do Nascimento, de 62 anos, foi morto a tiros na noite de ontem (05), quando chegava em um bar na Rua Bruno Mariana de Faria, no Bairro Santo Antônio, em Paranaíba. Ele foi exonerado da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em outubro de 2012 por ter cometido infrações disciplinares.

De acordo com boletim de ocorrência, a vítima chegava em um bar, quando um motociclista se aproximou e disparou contra o ex-policial. Carmelito ainda tentou correr em direção ao estabelecimento, mas foi atingido por pelo menos três tiros.

O ex-policial, que foi socorrido por um amigo que o aguardava no bar, não resistiu e morreu antes de dar entrada no hospital da cidade. A polícia fez rondas na região, mas até agora nenhum suspeito de ter cometido o crime foi localizado. O caso foi registrado como homicídio doloso e será investigado pela 1ª Delegacia de Polícia Civil do município.

Exoneração

Conforme texto publicado no Diário Oficial da União de 2012, Carmelito foi exonerado do cargo em outubro do mesmo ano por ter cometido infrações disciplinares. Ele foi um dos investigados da Operação Diamante Negro, em 2008, sob a acusação de receber propina para facilitar o escoamento de cargas irregulares de carvão.

Nascimento era natural de Três Lagoas e estava morando em Paranaíba havia alguns anos, onde trabalhou até se aposentar.

(*) Com informações do CG News e Jornal Tribuna Livre

Os tiros agitaram a região onde o bar se localiza; a vítima foi socorrida, mas não resistiu e morreu (Foto: Jornal Tribunal Livre)

O ex-PRF Nascimento, assassinado a tiros ontem, em Paranaíba (Foto: Jornal Tribuna Livre)

Comentários