21/10/2013 08h18 – Atualizado em 21/10/2013 08h18

O evento começa nesta quarta-feira (23/10) em Assunção, capital do Paraguai

Da Redação

O CIN (Centro Internacional de Negócios) da Fiems, com apoio do Sebrae/MS, promove uma missão prospectiva à 5ª Expo Paraguay Brasil, que começa nesta quarta-feira (23/10) e prossegue até sábado (26/10), no Centro de Convenções Mariscal Lopez, em Assunção, no Paraguai. No total, dez empresários de diferentes segmentos industriais de Mato Grosso do Sul vão integrar o grupo formado após uma apresentação detalhada do evento feita pelo Foro Brasil Paraguai no dia 1º de outubro no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS).

Segundo o coordenador do CIN da Fiems, Fábio Fonseca, a feira é um ambiente que proporciona a prospecção e realização de negócios, a identificação de novas oportunidades e possibilidades de formar alianças. “A missão integra as ações do CIN realizadas ao longo de 2013. São missões prospectivas que visam proporcionar ao empresário a participação em grandes feiras e assim a Fiems promove o intercâmbio comercial com os países vizinhos”, declarou.

Ele destacou que nos dois dias de evento será realizada a rodada de negócios com empresários de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e radicados no Paraguai. “A rodada será sempre das 14 às 20 horas, no piso superior do Salão de Negócios. O interessante é que nesta feira, tanto empresas não exportadoras, quanto as que iniciaram recentemente a atividade de exportação e aquelas com exportações contínuas, podem participar e ampliar o mercado”, relatou.

O diretor do Foro Brasil Paraguai, Williams Francisco da Silva, informou que a feira contará com 73 estandes de empresas dos dois países. “A expectativa é de que metade desses estandes abrigue expositores brasileiros e a outra metade paraguaios. Já temos empresários de vários Estados brasileiros interessados em participar”, disse, ressaltando que empresários dos Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina demonstraram interesse em participar. “A intenção dos empresários é estabelecer alianças para desenvolverem atividades no Paraguai”, complementou.

O empresário Eduardo Terra, da Cotag Indústria e Comércio de Alimentos, vai participar da Expo Paraguai Brasil para prospectar futuros clientes para seu principal produto, que é o arroz industrializado. “Nunca participei dessa feira e, portanto, vou aproveitar para conhecer bem a realidade empresarial do Paraguai. Também tenho a intenção de verificar que tipo de indústria pode ser aberta no Paraguai nessa área de alimentos”, declarou.

Já o empresário Marlon Ferreira Gonçalves, da AZ Informática, espera estreitar relações com o Governo do Paraguai para estabelecer futuras parcerias comerciais com o país vizinho. “Estou indo com a perspectiva de participar de três reuniões de negócios, uma com o diretor de tecnologia da Hidrelétrica Itaipu, com a empresa parceira da hidrelétrica e com o secretário de tecnologia do Paraguai”, informou.

(*) Com informações de Assecom Fiems

Comentários