06/05/2016 09h54 – Atualizado em 06/05/2016 09h54

O evento coloca no centro das discussões, temas que permitem plena reflexão sobre a realidade brasileira e a necessidade da união e ações para a contribuição da gestão pública

Assessoria

Uma mensagem clara, direta, objetiva e abraçada por todos. Esse é o legado deixado para autoridades, instituições eprofissionais que participaram do I Fórum de Direito Ética e Combate à Corrupção. O evento, com renomados palestrantes, colocou no centro das discussões, temas que instigaram uma plena reflexão sobre a realidade brasileira e a necessidade da união de todos em prol de ações que contribuam para que a gestão pública atue de acordo com as expectativas da sociedade.

A abertura do Fórum em parceria com a empresa Jam Jurídica Editoração e Eventos, contou com a presença de diversas autoridades, entre advogados, auditores e conselheiros do Estado, cujo discurso de abertura ficou a cargo do presidente do TCE-MS, conselheiro Waldir Neves.

O presidente da Corte de Contas lembrou que o momento é ideal para o debate. “A sociedade cobra uma resposta clara do Poder Público acerca dos problemas vividos pelo Brasil, por isso a participação efetiva de todos os órgãos de controle é fundamental para a união com as instituições e fortalecimento das políticas públicas, já que temos nos empenhado para que o nosso Tribunal trabalhe de uma forma pedagógica, preventiva e efetiva em suas ações”, completou.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Junior Mochi, ressaltou a importância dos temas propostos. “Os problemas que o país enfrenta trazem a necessidade da discussão deste assunto de tamanha relevância para todos. A corrupção não é praticada apenas por agentes públicos, infelizmente está arraigada na cultura de significativa parcela do povo brasileiro. O Tribunal de Contas do Estado está contribuindo efetivamente para a disseminação dos debates para que avancemos para amenizar esta questão”, disse.

A Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul (OAB-MS), nas palavras do presidente Mansour Karmouche, destacou a parceria entre as instituições. “Esses Fóruns que acontecem em outros órgãos de controle são importantes, pois fazem que a atuação da OAB junto ao Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado e Assembleia Legislativa tenham um trabalho profícuo com bons resultados”, constatou.

O Fórum se conclui nesta sexta-feira (06/05) com duas palestras: Ética e Cidadania. Por Onde Começar? Com o palestrante Vinicius Dejain (SE) e com a palestra Lei Anticorrupção Empresarial, que será ministrada pelo Ministro Benjamin Zymler.

(*) TCE/MS

O I Fórum de Direito Ética e Combate à Corrupção será finalizado neste sexta-feira (06). (Foto: Assessoria)

Comentários