20.9 C
Três Lagoas
sábado, 16 de outubro, 2021
InícioTrês LagoasEspecial Três LagoasGente Que Faz Bem: Saiba o que o movimento fez com R$...

Gente Que Faz Bem: Saiba o que o movimento fez com R$ 100 mil arrecadados

Em matéria especial de aniversário, conheça melhor um dos movimentos que aqueceu o coração do três-lagoense durante pandemia em 2020

O movimento GENTE QUE FAZ BEM doou cheque de R$2.259,00 reais á APAE, contribuindo para um final de ano mais feliz (Foto: Divulgação)

Era início de 2020 e a China anunciava um novo vírus que causa doença pulmonar misteriosa. O surto já se espalhava pelo país, com dezenas de pessoas infectadas e pacientes em estado grave. Toda a alegria e expectativas tradicionais de começo de ano começaram a ser tomadas pelo medo do que viria a seguir.

Em 26 de fevereiro o Brasil registrou o primeiro caso de Covid-19 no país. Em março, a primeira morte. E com isso o governo anunciou a contaminação comunitária, acompanhada do isolamento social. Os efeitos foram severos: na economia, o desemprego; a fome, a saúde congestionada.

Mas em Três Lagoas a ajuda não demorou a chegar, e ainda em março nasceu o projeto Gente Que Faz Bem, uma iniciativa da Associação Comercial e Industrial de Três Lagoas (ACITL), Associação de Jovens Empresários (AJE-TL), Sindicato Rural e da Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel).

COMO SURGIU

Fernando Jurado, presidente da ACITL, conta que “o movimento nasceu do desejo destas organizações de contribuir para amenizar o flagelo social provocado pela pandemia da Covid-19”, e o propósito do Gente Que Faz Bem era arrecadar, ao todo, R$ 50 mil.

Então dez lideranças empresariais se reuniram e criaram o Comitê Gestor, que administrava as ações e fiscalizava os recursos do projeto. Este mesmo grupo de líderes também ficou responsável por coordenar as estratégias para arrecadar os primeiros R$ 50 mil reais para o movimento.

“No entanto, o sucesso do movimento foi tanto que no meio das nossas ações outras entidades, como o Rotary Três Lagoas, Rotary Cidade das Águas, APETL (Associação de Pesca Esportiva) e algumas maçonarias também entraram para o movimento e levantaram ajuda e, com isso, o resultado esperado de R$ 50 mil chegou a R$ 100 mil reais”, diz Jurado.

PRIMEIRAS AÇÕES

Nas primeiras ações do movimento, foram 400 cestas básicas distribuídas para algumas instituições não governamentais que prestam assistência a famílias e pessoas em situação de necessidade em nossa cidade.

Em um segundo momento da pandemia, o Comitê Gestor passou a selecionar iniciativas que entregavam às pessoas refeições e alimentos prontos. Foi então que contribuíram para o projeto do Conselho de Pastores da Assembleia de Deus, chamado 5 Pães e 2 Peixinhos. Juntos, estes dois parceiros entregaram mais de 15 mil refeições.

Integrantes do movimento Gente que Faz o Bem entregaram R$ 3 mil para a administração do Lar dos Idosos Euripedes Barsanulpho adquirir fraldas geriátricas e leite para atender aos internos (Divulgação)

LAR DOS IDOSOS

Com as preocupações com a pandemia, medidas sanitárias e de isolamento social, máscaras e álcool-gel… Algumas instituições acabaram passando dificuldades também. Como no Lar dos Idosos Eurípedes Barsanulpho, onde a demanda por fraldas geriátricas e alguns outros itens de higiene pessoal era alta.

Então, uma das ações do movimento Gente Que Faz Bem foi participar da live beneficente do Marquinho Guerra. Juntos arrecadaram dezenas de cestas básicas e um volume considerável de dinheiro vivo, que foram revertidos em doações para o Lar dos Idosos.

ALÉM DO ALIMENTO

Além das cestas básicas, refeições e alimentos prontos, o Gente Que Faz Bem recebeu doações de produtos de higiene pessoal e materiais como álcool-gel e máscaras faciais, que foram doados juntos às cestas e refeições, para a proteção contra a Covid-19.

Movimento Gente que Faz o Bem inicia nova fase e entrega álcool em gel para instituições assistenciais. 500 litros foram doados pelo empresário Atílio D´Agosto (Divulgação)

Entre a arrecadação total, o movimento recebeu, também, doações em dinheiro. Jurado conta que entre todas as instituições beneficiadas, estão: Hospital Auxiliadora, APAE, Lar dos Idosos, e os projetos das Igrejas Santo Expedito, Santa Rita, Peniel, Assembleia de Deus, BNA (Batista Nova Aliança), e o projeto do Conselho de Pastores.

Pensando na quantidade de pessoas, no total, que fez parte ou é atendida pelos projetos citados, e que foi beneficiada por meio das doações do Gente Que Faz Bem, é imensurável. E ainda que houvesse um número, não seria uma quantidade total de pessoas, mas vidas. Famílias.

Pessoas que tiveram o que comer, que obtiveram ajuda num momento de incertezas. Que ganharam máscara e álcool-gel num momento em que ainda não se sabia da importância destes itens para a proteção da integridade da saúde. O que teria acontecido sem essa ajuda?

Este é o resultado quando o coração do três-lagoense fala mais alto. Nossa cidade é uma cidade de Gente Que Faz Bem.

(*) Beatriz Rodas

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Comentários
error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.