09/11/2006 14h44 – Atualizado em 09/11/2006 14h44

TV Morena

A advogada da Gol, Carla Coelho afirmou nesta quinta-feira, durante audiência com representantes da Gol e familiares das vítimas do acidente que matou 154 pessoas no final de setembro, no Senado, que a empresa já está negociando com algumas famílias o pagamento de indenização, e informou que algumas famílias receberam o seguro obrigatório de R$ 14 mil. Durante a audiência, que também deve ouvir representantes da Aeronáutica, Anac e outros órgãos envolvidos, Eulália Machado de Carvalho, que perdeu o marido no acidente da Gol, reclamou do Instituto de Medicina Legal (IML) de Brasília, que até agora não teria liberado o laudo cadavérico de seus marido. Segundo ela, sem esse laudo é impossível receber o seguro.

Comentários