21/02/2018 17h05

Pelo menos 55 pessoas participaram da reunião, que aconteceu na tarde desta quarta-feira (21), na Governadoria, em Campo Grande

Redação

Após reunião com a comitiva três-lagoense, na tarde desta quarta-feira (21), em Campo Grande, o governador Reinaldo Azambuja reconheceu que a cidade necessita de reforço na segurança. Na ocasião, o Chefe do Executivo do Estado comprometeu-se em desenvolver ações para solucionar o problema.

Além de Azambuja, participaram do encontro o secretário de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, o deputado estadual Eduardo Rocha, o prefeito Angelo Guerreiro, vereadores, integrantes do Conselho Comunitário de Segurança e representantes de entidades e associações municipais. Ao todo, 55 pessoas estiveram presentes.

Na reunião, o governador explicou que já autorizou um concurso da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Além disso, existe um outro em andamento para as funções de investigador, escrivão e delegado, da Polícia Civil.

Ainda de acordo com Azambuja, foi aprovado, pelo governo do Estado, na Assembleia Legislativa, um projeto de Lei em que policiais militares aposentados poderão trabalhar novamente. Além de seu benefício, o PM vai receber mais 30% de seus vencimentos.
Também no encontro, o governador lamentou o fato de acusados de crimes serem e a justiça soltá-los dias depois.

CÂMERAS DE MONITORTAMENTO

Segundo o prefeito Angelo Guerreiro, a prefeitura de Três Lagoas abriu, em regime emergencial, um processo licitatório para a manutenção nas câmeras de monitoramento. De acordo com ele, nos próximos dias, os aparelhos já voltarão a funcionar normalmente.

(*) Com informações de Ricardo Ojeda

Foto: (Paulo Rezende/Perfil News)

Comentários