03/04/2018 09h27

No total, 74 delegados irão participar e terá duração de aproximadamente três meses e 600 horas/aula, abordando temas relacionados ao dia a dia da corporação

Redação

Começou na segunda-feira (2), na Academia de Polícia Civil “Delegado Júlio Cesar da Fonte Nogueira” (Acadepol), em Campo Grande, o 8º curso de formação dos novos delegados da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul. No total, 74 delegados irão participar e terá duração de aproximadamente três meses e 600 horas/aula, abordando temas relacionados ao dia a dia da corporação. A abertura do curso foi feita pelo secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira; o delegado-geral de Polícia Civil, Marcelo Vargas; a diretora da Acadepol, delegada Maria de Lourdes Cano, entre outras autoridades.

Representando o governador Reinaldo Azambuja, o secretário falou que a incorporação dos novos delegados é mais um esforço do Governo para fortalecer a área de segurança pública de Mato Grosso do Sul, e que dos 74 convocados para a última fase do concurso 30 deverão ser nomeados conforme as vagas oferecidas no edital. “Nós iremos nos esforçar muito para incorporarmos o maior número possível de aprovados. Tenho certeza que MS e o restante do país irão desfrutar da excelência do trabalho dos novos servidores que farão um enfrentamento duro à criminalidade”, destacou Antonio Carlos Videira.

O delegado-geral Marcelo Vargas deu boas vindas aos alunos que participaram do certame que contou com cerca de dez mil inscritos. “Essa turma composta por 74 aprovados na última fase antes da academia demonstra o alto grau de conhecimento dos novos profissionais que com certeza irão contribuir muito com a nossa Polícia Civil”, disse.

Formação

O curso tem regime integral de segunda a domingo, inclusive nos feriados os três turnos, com aulas teóricas, práticas, operacionais e estágio supervisionado. Quem ocupa a função de delegado deve agir na defesa da sociedade e atuar na preservação da ordem pública, promovendo e participando de medidas de proteção a sociedade e ao indivíduo, exercendo com excelência suas atribuições constitucionais, na apuração das infrações penais e a identificação de seus autores que é a missão da Polícia Civil.

De acordo com a diretora da Acadepol, Maria de Lourdes Cano, por quase 90 dias os delegados passarão por intenso treinamento de disciplinas da área fim da carreira, como defesa pessoal, técnicas de abordagem, tiro, inteligência, investigação, inquérito policial, entre outras. “É importante ressaltar que os alunos mesmo aprovados em outras fases do concurso, podem ainda ser reprovados na academia. A Polícia Civil exige que os participantes da academia tenham 90% de frequência e aproveitamento mínimo de 70 pontos por disciplina”, frisou.

*Notícias MS

A abertura do curso foi feita pelo secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira; o delegado-geral de Polícia Civil, Marcelo Vargas; a diretora da Acadepol, delegada Maria de Lourdes Cano, entre outras autoridades. (Foto: Divulgação)

Comentários