07/02/2012 09h52 – Atualizado em 07/02/2012 09h52

Inep tem novo presidente

Exoneração de Malvina Tuttman, que deixou cargo em janeiro, foi publicada. Inep é o órgão do governo federal responsável pela organização do Enem

G1

O governo federal nomeou nesta terça-feira (7) o professor Luiz Cláudio Costa como novo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela organização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Costa foi reitor da Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Minas Gerais, e ocupava atualmente a Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC). Costa se formou em matemática e fez mestrado em agronomia pela UFV. Tem doutorado em agrometeorologia pela Universidade de Reading, da Inglaterra.

A nomeação foi publicada no “Diário Oficial da União” juntamente com a exoneração de Malvina Tuttman, que comandou o Inep por um ano. A mudança foi assinada pela ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.

Nesta segunda, a Associação dos Servidores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa (Assinep) havia divulgado nota sobre uma reunião realizada pela manhã com Luiz Cláudio Costa que, segundo a associação, havia se apresentado como o “novo presidente do Inep”.

De acordo com a nota, Costa “abriu a reunião destacando a honra e alegria de ter sido nomeado e da importância do Inep para o Brasil”.

No site, a associação publica a foto da reunião e uma carta de “boas vindas” ao novo presidente do Inep.

Com a data de sexta-feira passada (3), a carta traz uma manifestação dos servidores em “estabelecer uma relação de diálogo e cooperação alinhada ao cumprimento da missão e das atribuições desse Instituto”. A associação pede a construção deu uma nova sede para o Inep, a contratação de novos funcionários, planejamento estratégico e desenvolvimento das políticas e diretrizes de pesquisa e disseminação do Inep.

Problemas no Enem

Malvina Tuttman ocupou a presidência do Inep de 18 de janeiro do ano passado até 26 de janeiro deste ano. Foi a terceira saída de presidente do Inep em três anos. Reynaldo Fernandes saiu em dezembro de 2009 e deu lugar a Joaquim José Soares Neto, antecessor de Malvina.

O Enem apresentou problemas nas três últimas edições do exame, desde quando passou a ser usado como forma de acesso às instituições públicas de ensino superior – em 2009, houve furto de provas da gráfica; em 2010, problemas com a impressão dos cadernos de provas; e, em 2011, vazamento de questões em uma apostila distribuída a estudantes de um colégio em Fortaleza, além de muitas queixas de estudantes sobre as notas de redação.

Luiz Cláudio Costa, do MEC, em foto de arquivo
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Comentários