16/04/2014 11h57 – Atualizado em 16/04/2014 11h57

A construção da unidade fabril começa em agosto deste ano e as operações em 2017

Da Redação

Incentivos fiscais, localização estratégica, mercado moveleiro promissor e a vocação para cultivo de eucaliptos. São esses os motivos que levaram o grupo Asperbras a escolher Mato Grosso do Sul como sede de uma indústria de produção de placas de fibra de madeira em média densidade (MDF).

O anúncio do projeto foi feito em Campo Grande, quando representantes da empresa assinaram termo de acordo com o governo do Estado para conseguir benefícios fiscais para o empreendimento.

Segundo o diretor financeiro do grupo Asperbras, José Maurício Caldeira, a fábrica começa a ser montada em agosto deste ano e deve gerar 200 empregos diretos e o mesmo número de indiretos.

A projeção da empresa é que a unidade produza a partir de 2017, cerca de 200 mil metros cúbicos de placas e tenha um faturamento de R$ 170 milhões por ano.

(*) Com informações de Painel Florestal

MDF: placas de fibra de madeira em média densidade (Foto: Painel Florestal)

Comentários