11/12/2014 08h20 – Atualizado em 11/12/2014 08h20

O Nova News apurou que na casa onde ocorreu o crime moram quatro pessoas que prestam serviço para uma cooperativa instalada em Nova Andradina

Da Redação com Informações Nova News

Na noite desta quarta-feira (10), por volta das 22h, um homem de 37 anos, identificado como Claudinei Lopes, da cidade de Arapongas (PR), foi assassinado com vários golpes de faca em Nova Andradina. O crime ocorreu em uma residência localizada na Rua Anaurilândia, próximo ao cruzamento com a Rua Sete de Setembro.

O Nova News apurou que na casa onde ocorreu o crime moram quatro pessoas que prestam serviço para uma cooperativa instalada em Nova Andradina. Após o expediente desta quarta-feira (10), todos teriam ingerido bebidas alcoólicas e, em determinado momento, dois deles teriam se desentendido e entrado em luta corporal.

Durante a briga, o acusado teria desferido vários golpes com um objeto cortante, supostamente uma faca, contra Claudinei Lopes, que conseguiu correr da varanda para a sala da casa, onde não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Informações preliminares, que necessitam de confirmação, apontam que ele teria sido golpeado por mais de 40 vezes.

Após a morte da vítima, o suspeito empreendeu fuga, sendo visto, minutos depois, na região do Bairro Vila Operária. Logo após o fato, as forças policiais foram acionadas e iniciaram diligências pela cidade, com objetivo de tentar localizar o autor. O delegado de polícia, Luiz Quirino, esteve no local do crime juntamente com equipes da Polícia Civil, Polícia Militar e do Núcleo de Perícias.

O Corpo de Bombeiros também foi acionado, mas nada pode fazer, uma vez que a vítima já estava em óbito. Os outros dois moradores da casa permaneceram no local e colaboraram com as investigações, prestando esclarecimentos às autoridades policiais. O caso segue sob investigação.

A reportagem do Nova News apurou ainda que Claudinei Lopes possuía passagem pela polícia devido à prática de crime previsto no artigo 157 do Código Penal (roubo), sendo inclusive condenado pela Justiça do Estado do Paraná no ano de 2011.

Segundo o responsável por contratar os operários, a vitima estaria na cidade há poucos dias e trabalhava na construção da cerca de um secador de grãos na saída para Taquarussu. (Colaborou Márcio Rogério).

Após a morte da vítima, o suspeito empreendeu fuga, sendo visto, minutos depois, na região do Bairro Vila Operária. (Foto: Assessoria de Comunicação)

Comentários