10/07/2017 08h20

Após o fato, o suspeito teria postado em uma rede social que voltaria até a instituição religiosa e mataria todos os fiéis.

Flávio Veras

Um homem invadiu uma igreja evangélica e agrediu uma mulher e outros membros da instituição, na noite de ontem (9), em Três Lagoas. Segundo uma testemunha, após episódio o homem ainda teria postado em uma rede social que iria matar todo mundo que participavam do culto. O agressor foi identificado, porém não foi preso.

De acordo com Boletim de Ocorrências, as vítimas relataram aos policias, que o homem entrou na igreja e começou a agredir uma mulher com socos e chutes. Ao presenciarem a agressão, outros fieis tentaram intervir tirando o acusado para fora do local. Durante a confusão, alguns deles também foram agredidos.

Após ser expulso, o agressor disse que votaria armado até a instituição religiosa e mataria todos que lá estavam. Uma equipe da Polícia Militar foi até o local para registrar a ocorrência, porém o suspeito não cumpriu a promessa. Pouco mais de uma hora do fato, a primeira agredida recebeu, em seu celular, uma mensagem de uma amiga dizendo que agressor havia postado nas redes sociais que voltaria até a igreja e mataria a todos.

Essas mensagens foram salvas pela polícia e servirão como provas contra o acusado.

Comentários