20/02/2012 08h18 – Atualizado em 20/02/2012 08h18

Os relógios deverão ser atrasados em uma hora

Campo Grande News

O horário de verão termina no próximo domingo (26) em Mato Grosso do Sul e outros nove estados das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste, além da Bahia e do Distrito Federal. Os relógios deverão ser atrasados em uma hora.

A economia no Estado deve ser de 9.959 MWH, segundo estimativa divulgada anteriormente pela Enersul. O número representa 0,5% ao longo dos 133 dias, volume equivalente ao consumo da cidade de Ponta Porã durante um mês.

Economia nacional – A economia que a medida deve trazer para o país pode variar entre R$ 75 milhões e R$ 100 milhões, segundo estimativa do NOS, órgão responsável pela operação do sistema elétrico nacional. No verão 2010/2011, o horário de verão gerou uma economia de R$ 30 milhões ao sistema elétrico.

Aplicada pela 41ª vez desde sua criação, em 1931, o horário especial tem por objetivo proporcionar o melhor aproveitamento da luz natural, reduzindo o consumo de energia entre as 18h e as 20h. Segundo o Ministério de Minas e Energia, a desconcentração da demanda reduz o risco de problemas nas linhas de transmissão, nas subestações e no sistema de distribuição que poderiam afetar o fornecimento de energia elétrica.

Segundo informações de reportagem da Agência Brasil, este ano, devido ao Carnaval, o horário vai até o dia 26 e totaliza uma semana a mais que nos últimos anos. O motivo é que o terceiro domingo de fevereiro, quando os relógios deveriam ser atrasados em uma hora, será feriado de Carnaval. Pelo Decreto nº 6.558, que regulamenta a medida, quando a data coincide com o feriado do carnaval, o encerramento é adiado para o domingo seguinte.

Comentários